Foram investidos R$ 75 mil para colocar a casa em funcionamento, diz Rodrigo Palma - Crédito: Divulgação

Prontos para ter o próprio negócio, o médico veterinário Rodrigo Palma e o administrador Leandro Moreira criaram a clínica veterinária Dr. Animal. O empreendimento, de 320m², tem capacidade para atender cerca de 100 animais por dia e está instalado no bairro Candelária, na região de Venda Nova. Cães e gatos tem à disposição hotel e day care. O local conta com consulta, vacinação, exames laboratoriais, ultrassom, cirurgia, internação, banho e tosa e transporte animal.

“Eu já trabalho na região há bastante tempo e percebi as demandas. Como entendo que o veterinário tem que manter o foco no atendimento, convidei Leandro Moreira para fazer a gestão. Assim temos uma boa dupla para gerir o negócio”, explica Palma.

Foram investidos R$ 75 mil para colocar a casa em funcionamento. O valor foi destinado a obras de adequação nos sete cômodos do imóvel, aquisição de materiais e equipamentos. A escolha do ponto, atrás da Estação BHBus Venda Nova, foi estratégica para facilitar o acesso da população. A casa antiga e ampla também contou na escolha, já que os proprietários queriam oferecer um espaço aconchegante para bichinhos e seus donos.

Um dos diferenciais da clínica é o horário estendido até as 21 horas. O objetivo é tornar o atendimento 24 horas em breve. “Estamos em uma região em que a maioria das pessoas trabalha em período integral, então é importante que elas tenham uma oferta de serviço fora do horário tradicional. Isso aumenta, inclusive, a oportunidade de que elas façam uma medicina veterinária preventiva e não apenas nos momentos de emergência”, pontua Palma.

Faz parte da programação da clínica a Feirinha Animal, que vai acontecer aos sábados a partir do mês de agosto. Ela vai reunir produtos feitos por artesãos e confeiteiros da região com produtos voltados para universo pet. Outra ação social da empresa é o atendimento a pets resgatados pela metade do preço da consulta convencional.

“Esse é um trabalho que eu já fazia. É uma forma de devolver à sociedade tudo o que já conquistamos e contribuir para uma saúde animal melhor na cidade. Esses animais precisam de cuidados e uma vez saudáveis, contribuem para a saúde de todos”, afirma o veterinário.