Aplicativo gratuito gerencia custos da pecuária leiteira

Gercal foi desenvolvido pela Epamig e já traz bons resultados para produtores rurais

13 de julho de 2023 às 0h28

img
Adriano Ferreira já usa app para controlar produção em Barbacena | Crédito: Adriano Campos Ferreira ARQUIVO PESSOAL

Ter uma gestão eficaz das propriedades leiteiras é um dos desafios da atividade, principalmente, nas pequenas propriedades. Com o objetivo de ajudar os produtores, a Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) desenvolveu o aplicativo de Gerenciamento de Custos na Atividade Leiteira (Gercal). No aplicativo, que é de fácil uso, os produtores lançam todos os dados sobre o rebanho e financeiros, desde os gastos com insumos aos valores recebidos pelo leite. Com os dados, é disponibilizado um relatório de contabilidade gerencial da produção.

De acordo com o pesquisador da Epamig e um dos idealizadores da ferramenta, Djalma Ferreira Pelegrini, o aplicativo tem como finalidade apoiar o produtor de leite no registro de receitas, estimar custo, margem bruta e líquida.

Com os dados, é possível fazer a contabilidade gerencial da produção de leite. O aplicativo, que é gratuito e pode ser baixado pela Playstore, atende à demanda do pequeno, médio e grande produtor.

“A ferramenta permite um controle amplo da propriedade. Nele, serão registrados desde os bens de inventários usados na produção – como as instalações ordenhas, rebanho -, as dispensas e as receitas das vendas, seja do leite ou dos animais. Com os dados, são calculados os custos, receitas, lucro ou prejuízo. Pelo aplicativo, o produtor sabe exatamente o custo de cada litro produzido”.

O acesso à informação correta é fundamental para o planejamento e desenvolvimento eficaz da atividade: “A função básica é essa. Ter consciência de como estão as contas. Com essa informação, o produtor irá planejar os rumos da atividade, tomando decisões mais assertivas”.

Ainda segundo Pelegrini, produtores que já usam o aplicativo estão registrando resultados positivos. O objetivo é estimular o uso da nova ferramenta, trabalho que poderá ser feito em parceria com a Emater-MG. A ideia é que os técnicos adotem e levem a ferramenta para os produtores assistidos pela empresa pública.

“Com o acompanhamento dos custos, dependendo do sistema e tendo um planejamento bem conduzido, é possível até mesmo reduzir os gastos, podendo ter um bom lucro com a produção de leite”, aposta o pesquisador.

O assessor técnico da Epamig e economista, Thiago Ladeira, explica que a ferramenta pode ser uma opção interessante para os produtores. Além de auxiliar no ganho da eficiência econômica, o uso é facilitado.

“O manejo do aplicativo é bem simples e os produtores conseguem registrar as receitas e despesas. Ao final de cada mês, o próprio aplicativo faz os cálculos dos custos com alimentação, sanidade e medicamentos. O mais importante é que ele também calcula a margem. É uma caderneta eletrônica”, completa.

Quem já faz uso da ferramenta, já colhe os resultados. O produtor rural Adriano Campos Ferreira está usando o aplicativo para controlar a produção no Sítio São João, em Barbacena, no Campo das Vertentes.

“Começamos a usar em março. Em quatro meses, o aplicativo se tornou fundamental no que diz respeito à interpretação de dados. É uma ferramenta fácil de usar e muito precisa. Todas as despesas e receitas de dentro da propriedade são passadas para ele e, no final do mês, tenho dados e porcentagens que fazem a diferença”, explica o pecuarista.

Ainda segundo Ferreira, com base nos dados gerados pelo aplicativo, são feitos os planejamentos de toda a atividade leiteira.

“Interpretamos os dados e usamos para termos uma maior receita e tomar decisões importantes dentro da propriedade. Está sendo muito vantajoso para nós, pequenos produtores. É uma ferramenta simples, prática que pode ser usada por qualquer pessoa. Sem sombra de dúvidas, o aplicativo me auxilia, me mostra os números e o que está acontecendo na propriedade. Veio para evoluir a gestão”, comemora.

A expectativa é melhorar os resultados do Sítio São João. “Com o aplicativo, espero ter uma visão mais estratégica sobre as despesas e receitas, ser mais eficiente na saúde financeira, reduzir custos e, consequentemente, ter mais rentabilidade na propriedade”, aposta o produtor de leite.

Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

Siga-nos nas redes sociais

Comentários

    Receba novidades no seu e-mail

    Ao preencher e enviar o formulário, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Termos de Uso.

    Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

    Siga-nos nas redes sociais

    Fique por dentro!
    Cadastre-se e receba os nossos principais conteúdos por e-mail