BH volta a sediar o festival de queijo artesanal do Estado

Evento vai acontecer de 23 a 25 de setembro em BH

20 de setembro de 2022 às 0h30

img
O evento no Parque da Gameleira vai reunir dez regiões produtoras do Queijo Artesanal de Minas | Crédito: Washington Alves/Light Press

Belo Horizonte volta a sediar o Festival do Queijo Artesanal de Minas nos próximos dias 23, 24 e 25 de setembro. Nesta 4ª edição, o evento vai reunir 10 regiões produtoras do queijo artesanal. Após dois anos sem o festival, que foi suspenso devido à pandemia de Covid-19, o evento vai incluir também outros produtos mineiros que harmonizam com os queijos, como os vinhos, azeites, geleias, doces, entre outros.

Uma estrutura especial está sendo montada no Parque de Exposições Bolivar de Andrade, também conhecido como Parque da Gameleira, para a ocasião. O evento é realizado pelo Sebrae Minas e o Sistema Faemg.

De acordo com o analista do Sebrae Minas Ricardo Boscaro, o principal objetivo do evento é promover a cultura e a origem do queijo artesanal do Estado. 

“Com o festival queremos mostrar e deixar claro para o consumidor que o queijo artesanal é produzido em todo o Estado, mas que se diferencia pelas características de territórios”.

Neste ano, mais regiões estarão presentes no evento, isso devido à regulamentação conquistada pelo Queijo Artesanal de Alagoa e o Queijo Artesanal Mantiqueira de Minas. Além das duas regiões, estará presente o Queijo Minas Artesanal (QMA) das regiões de Diamantina, Serro, Triângulo Mineiro, Araxá, Cerrado, Serra do Salitre, Campo das Vertentes e Canastra.

Cada região terá um estande onde os queijos dos produtores serão vendidos em conjunto. Ao todo, serão comercializados queijos de 72 produtores

“O festival foi criado com o objetivo de promover o queijo artesanal, mas também é uma oportunidade de divulgar os produtos de origem mineira que harmonizam com os queijos. Vamos ter no evento a cachaça, o azeite, a cerveja artesanal, doces, cafés, vinhos, geleias, tudo produzido em Minas Gerais”.

Em festival, sete chefs mineiros vão apresentar e servir pratos elaborados com queijos artesanais | Crédito: Divulgação

Negócios à vista

Além de uma boa opção para os consumidores finais comprarem e conhecerem os produtos de diferentes origens de Minas, o festival também terá um espaço para a realização de negócios.

Nesta edição, 25 lojistas de várias partes do País estarão presentes para conversar e conhecer os queijos e os produtores do Estado. A iniciativa é considerada importante para fomentar a venda da iguaria.

“A agenda de relacionamentos é importante para divulgar os produtos, para que os lojistas conheçam os produtores e a história e também fechem negócios. Estarão presentes lojistas de São Paulo, Rio de Janeiro, da região Nordeste, entre outros”.

Também serão realizadas rodadas de negócios, seminários e oficinas. Durante o festival, sete chefs mineiros vão apresentar e servir pratos elaborados com queijos artesanais. Os chefs irão representar as 10 regiões produtoras presentes no evento. A expectativa é receber um público de 8 mil pessoas.

Para o presidente da Associação Mineira dos Produtores de Queijo Artesanal (Amiqueijo), João Carlos Leite, a retomada do festival será importante para os produtores. Além da oportunidade de divulgar os queijos, o momento também é de fazer negócios. 

“As expectativas são muito positivas. Estamos muito ansiosos. Depois de dois anos sem o evento, tenho certeza que esta edição será mais um grande sucesso, assim como as anteriores. O evento também é importante para aproximar o produto gastronômico dos mineiros, da comunidade e do consumidor de Belo Horizonte. Vamos receber também turistas que terão oportunidade de apreciar os queijos artesanais de Minas”. 

Ainda segundo Leite, o setor produtivo tem enfrentado desafios, como o aumento dos custos e a redução do poder de compra dos consumidores.

“Os custos estão em alta e o consumidor perdeu poder aquisitivo. Ainda é um problema que precisa ser resolvido. Da nossa parte, estamos profissionalizando cada vez mais a gestão, mas é difícil de resolver. Estamos passando por um momento crítico, mas com esperança de resolver. Com a retomada das chuvas, que já estão atrasadas, esperamos que haja a recuperação das pastagens, o que irá reduzir nosso custo”, disse. 

Serviço

4ª edição do Festival do Queijo Artesanal de Minas  

Local: Parque de Exposições da Gameleira – Av. Amazonas, 6.020 – Gameleira, Belo Horizonte. 

Data:

23/09 – 18h às 22h
24/09 – 11h às 22h 
25/09 – 10h às 18h 

Ingressos on-line:

R$16,20 inteira e R$ 8,10 meia

Ingressos no local:

R$ 20 inteira e R$ 10 meia

Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

Siga-nos nas redes sociais

Comentários

    Receba novidades no seu e-mail

    Ao preencher e enviar o formulário, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Termos de Uso.

    Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

    Siga-nos nas redes sociais

    Fique por dentro!
    Cadastre-se e receba os nossos principais conteúdos por e-mail