Carpas são vendidas para fomentar cadeia

O piscicultor que quiser adquirir alevinos deve entrar em contato com o Campo Experimental da Epamig em Leopoldina

6 de dezembro de 2023 às 0h10

img
Lote de 10 mil alevinos de carpas coloridas será comercializado pela Epamig em Leopoldina | Crédito: Fábio Tancredi/Epamig

A Epamig iniciou a comercialização de um lote de 10.000 alevinos de carpas coloridas (Cyprinus carpio), que podem ser adquiridos no Campo Experimental de Leopoldina. Os alevinos têm tamanhos de 3 a 7 cm, e os valores variam de R$1,00 a R$1,50 por peixe, a depender da quantidade comprada. O objetivo é atender às demandas de produtores e fomentar a piscicultura ornamental na Zona da Mata Mineira e demais regiões do Estado.

As matrizes reprodutoras, que geraram os alevinos, vieram de um criadouro de Cachoeiras de Macacu (RJ), que é referência na produção de carpas coloridas. “São peixes com alta qualidade genética, que apresentam formatos padronizados de cabeça, corpo e nadadeiras, dentre outras características procuradas por criadores”, destaca o pesquisador da Epamig, Alexmiliano Vogel. E completa: “Além disso, possuem alta resistência, o que diminui o índice de mortalidade durante os deslocamentos dos viveiros até os aquários onde os peixes viverão”.

As demandas de produtores aumentaram nos últimos anos, pois a cadeia de piscicultura ornamental tem crescido consideravelmente na região do entorno de Muriaé, que já é considerada um polo produtor. “A intenção é produzirmos tecnologias que possam solucionar os gargalos de produtores da região e também criarmos alevinos que vão fomentar o mercado. Nossa meta é contribuir com o desenvolvimento dessa atividade, que tem se mostrado bastante rentável para pequenos agricultores”, ressalta o pesquisador e coordenador de difusão de tecnologias da Epamig, Fábio Tancredi.

Os pesquisadores explicam que a atividade é uma alternativa de renda para produtores que procuram diversificar suas produções. “A piscicultura ornamental pode ser introduzida em propriedades onde já são trabalhadas outras culturas, pois o produtor não precisa de muito espaço. Ele pode começar com viveiros e tanques pequenos, de 100 a 200 m², que não carecem de um manejo muito difícil ou custoso”, detalha Vogel.

Ele esclarece também que a cultura tem atraído jovens produtores, o que auxilia na retenção dos mesmos no meio rural, pois muitos permanecem nas propriedades de suas famílias para cuidar das criações de peixes.

O piscicultor que quiser adquirir alevinos de carpa colorida devem entrar em contato com o Campo Experimental da Epamig em Leopoldina pelo telefones (32) 9 9922-3289, (31) 3891-2646 e (31) 3899-5223. O contato também pode ser feito pelo seguinte e-mail: celp@epamig.br. (Epamig)

Icone whatsapp

O Diário do Comércio está no WhatsApp.
Clique aqui e receba os principais conteúdos!

Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

Siga-nos nas redes sociais

Comentários

    Receba novidades no seu e-mail

    Ao preencher e enviar o formulário, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Termos de Uso.

    Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

    Siga-nos nas redes sociais

    Fique por dentro!
    Cadastre-se e receba os nossos principais conteúdos por e-mail