Minas Gerais domina lista de finalistas

Serão 38 produtores mineiros, das regiões das Matas de Minas, Cerrado Mineiro, Sul de Minas e Chapada de Minas

30 de novembro de 2023 às 0h14

img
33º Prêmio Ernesto Illy de Qualidade Sustentável do Café para Espresso tem 38 mineiros, de 40 | Crédito: Divulgação/illy

O 33º Prêmio Ernesto Illy de Qualidade Sustentável do Café para Espresso já tem seus 40 finalistas, que foram escolhidos após várias análises e testes às cegas realizados pela comissão julgadora da Experimental Agrícola do Brasil Ltda/illycaffè, responsável pela seleção e aquisição do café brasileiro para compor o exclusivo blend illy.

Minas Gerais, a maior região produtora do País, mais uma vez predomina na lista. Serão 38 produtores mineiros (das regiões das Matas de Minas, Cerrado Mineiro, Sul de Minas e Chapada de Minas) disputando a premiação com mais dois cafeicultores do estado de São Paulo. Os três melhores cafés brasileiros serão revelados na cerimônia de premiação, prevista para o março de 2024. O trio ganha a viagem ao exterior para participar do 9º Prêmio Ernesto Illy Internacional, quando será revelada a ordem de classificação entre eles (primeiro, segundo e terceiro colocados) e eleito o melhor café do mundo.

“A cada ano que passa nossa missão e responsabilidade aumentam à medida que contribuímos para a escolha daquele que pode se tornar o melhor café do mundo, como nesta edição de 2023, sem contar que essa disputa fica mais acirrada e a seleção dos 40 finalistas torna-se mais difícil, já que os cafeicultores estão se aprimorando cada vez mais na produção de cafés de qualidade e com práticas agrícolas sustentáveis, alguns inclusive provenientes de agricultura regenerativa”, revela o presidente da Experimental Agrícola do Brasil Ltda e presidente da comissão julgadora, Aldir Alves Teixeira.

Requisitos

Todos os anos, a equipe julgadora recebe amostras de diversas regiões do Brasil e após inúmeras análises seleciona as 40 finalistas ao Prêmio Ernesto Illy de Qualidade Sustentável do Café para Espresso. Nesta edição a empresa recebeu 760 amostras inscritas, enviadas das principais regiões produtoras de café arábica do País. Para selecionar as amostras finalistas, a comissão julgadora da premiação, composta por especialistas sênior em espresso da illycaffè, analisa quesitos como: cor, aspecto, seca, tipo, peneira, teor de umidade, torração e qualidade da bebida, inclusive com degustação para espresso.

Ainda durante a cerimônia do 33° Prêmio Ernesto Illy também serão revelados os vencedores regionais e os melhores classificadores que concorrem ao Prêmio Classificador do Ano. Todos os vencedores e finalistas recebem prêmios em dinheiro e diplomas.

A illycaffè é uma empresa familiar italiana fundada em 1933, em Trieste, que tem como missão oferecer o melhor café ao mundo. Produz um exclusivo blend 100% Arábica composto por nove ingredientes diferentes. A empresa seleciona apenas 1% dos melhores grãos de arábica do mundo e o Brasil, como maior produtor mundial, é sempre um dos destaques.

Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

Siga-nos nas redes sociais

Comentários

    Receba novidades no seu e-mail

    Ao preencher e enviar o formulário, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Termos de Uso.

    Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

    Siga-nos nas redes sociais

    Fique por dentro!
    Cadastre-se e receba os nossos principais conteúdos por e-mail