Banco Mercantil tem lucro líquido anual recorde em 2023

Valor chegou a R$ 421 milhões, crescimento de 110%

7 de fevereiro de 2024 às 21h19

img
CEO do banco, Gustavo Araújo, destaca resultado histórico | Crédito: Divulgação/Banco Mercantil

O Banco Mercantil, sediado em Belo Horizonte, registrou lucro líquido de R$ 421 milhões em 2023, alta de 110% em comparação com 2022. Considerando o resultado do quarto trimestre do ano passado, o valor contabilizado chega a R$ 150 milhões, o que significou crescimento de 131% na comparação com o mesmo período do exercício anterior.

A instituição financeira com foco no público 50+, divulgou nesta quarta (7) os resultados do quarto trimestre de 2023 e finalizou o ano com mais de 8 milhões de clientes, aumento de 31,2% em comparação com o ano anterior.

“Foi um ano histórico, o melhor ano da nossa história sem dúvidas. Em 2023 completamos oito décadas e, a partir de uma estratégia bem consolidada e alicerçada pelo nosso crescimento digital, superamos expectativas e alcançamos um lucro recorde de forma sustentável”, destaca o CEO da instituição Gustavo Araújo.

Tecnologia

Outro destaque do banco foi a atuação dentro do conceito do true digital, em que a tecnologia é usada sem intervenção humana. No caso do Banco Mercantil, a estratégia de uso intensivo dos canais digitais ajudou a impulsionar o crescimento, resultando em mais de 3 milhões de contratos pelo aplicativo e pelo WhatsApp. A instituição possui uma rede com mais de 300 pontos de atendimento distribuídos em 180 cidades pelo País.

A carteira de crédito chegou a R$ 14 bilhões no quarto trimestre, configurando crescimento de 28% em relação ao mesmo período do ano anterior. Tais resultados, segundo a instituição financeira, foram impulsionados pelas duas principais linhas, crédito consignado e antecipação do saque aniversário FGTS, que somam 77% da carteira.

A primeira atingiu R$ 7,7 bilhões no período, sendo 22% acima do ano anterior, enquanto a última encerrou o período com R$ 3,1 bilhões e crescimento de 101% em relação a 2022. A taxa de inadimplência registrada no quarto trimestre manteve mesmos 3,0% do trimestre anterior, mas com queda anual de 0,4 ponto percentual (p.p.).

A receita de prestação de serviços chegou a R$ 151 milhões no quarto trimestre de 2023, um aumento de 21% em relação ao mesmo período de 2022. “No acumulado de 2023, atingimos R$ 576 milhões, crescimento expressivo de 32%, destacando a penetração cada vez maior de produtos e serviços não relacionados às tarifas bancárias, como seguros, assistências e cartões, entre outros”, diz o CFO do Banco Mercantil, Paulino Rodrigues.

Já o Índice de Basileia encerrou o trimestre em 17% e aumento de 1,8 p.p., enquanto o retorno sobre o patrimônio médio (ROAE na sigla em inglês) foi registrado em 29,8%, com aumento 13,1 p.p. “É um dos melhores retornos do setor, obtido com manutenção de robustos níveis de capitalização e liquidez, algo que não é tão comum e que encerra um ano histórico”, finaliza Rodrigues.

Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

Siga-nos nas redes sociais

Comentários

    Receba novidades no seu e-mail

    Ao preencher e enviar o formulário, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Termos de Uso.

    Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

    Siga-nos nas redes sociais

    Fique por dentro!
    Cadastre-se e receba os nossos principais conteúdos por e-mail