Barragem da Vale em Nova Lima deve ter obra concluída em 2024

O avanço do processo de descaracterização também contribui para a redução do nível de emergência na estrutura e promete resgatar a normalidade no distrito de Macacos

17 de novembro de 2023 às 16h24

img
Os trabalhos de descaracterização da barragem B3/B4 estavam previstos para encerrarem em 2027 | Crédito: Vale / Divulgação

As obras de descaracterização da barragem B3/B4, localizada na Mina Mar Azul, em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) da Vale, serão concluídas três anos antes da data prevista. Os trabalhos que inicialmente terminariam somente em 2027 poderão ser encerrados já no segundo semestre do ano que vem.

Segundo a mineradora, até o momento, mais de 88% do material do reservatório da estrutura já foi removido. A empresa explica que essa antecipação é causada pelo bom desempenho dos equipamentos operados remotamente e pela melhoria das condições de drenagem interna feita no reservatório da barragem. É que essas condições permitiram a remoção do rejeito em uma velocidade acima do que era previsto anteriormente.

O avanço do processo de descaracterização também contribui para a redução do nível de emergência na estrutura, que passou de 2 para 1, segundo classificação da Agência Nacional de Mineração (AMN), emitida em outubro deste ano.

O trabalho de remoção de rejeitos da barragem B3/B4 vem sendo realizado integralmente por equipamentos operados de forma remota por meio de um Centro de Operações localizado fora da área de risco. A tecnologia foi desenvolvida pela Vale em parceria com fornecedores e permite que os operadores trabalhem a cerca de 15 quilômetros da barragem, enquanto os caminhões e escavadeiras fazem a remoção de material.

Centro de Operações localizado fora da área de risco | Crédito: Vale / Divulgação

Conforme a Vale, todo rejeito retirado do reservatório da estrutura está sendo depositado na cava 7 da Mina Mar Azul e na cava da Mina da Mutuca. Além disso, a disposição de rejeitos é realizada conforme a legislação e licenças aplicáveis.

Eliminação das barragens a montante

A eliminação dessa barragem faz parte do Programa de Descaracterização da Vale, que prevê o encerramento das atividades em 30 estruturas. Dentre elas, 13 já foram eliminadas, sendo 13 em Minas Gerais. Outras 17 barragens a montante ainda serão eliminadas futuramente, dentre elas, a B3/B4 de Nova Lima.

As ações implementadas em todas essas estruturas são objeto de avaliação e acompanhamento pelas assessorias técnicas independentes, que fazem parte dos Termos de Compromisso firmados com os Ministérios Públicos Estadual e Federal, Fundação Estadual do Meio Ambiente (Feam) e Estado de Minas Gerais.

Distrito de Macacos

A eliminação dessa barragem na Mina Mar Azul trará de volta a normalidade no distrito de Macacos, onde famílias precisaram, por segurança, deixar suas casas em 2019 após o aumento do nível de emergência da estrutura.

Desde então, a Vale tem realizado ações visando reparar e compensar os transtornos causados. Em dezembro de 2022, a empresa firmou acordo no valor de R$ 500 milhões para ações de reparação no distrito, tendo como foco transferência de renda, requalificação do comércio e turismo e fortalecimento do serviço público municipal, além de demandas das comunidades atingidas.

O acordo foi firmado em audiência no Tribunal de Justiça de Minas Gerais, com a participação do Ministério Público de Minas Gerais, Defensoria Pública do Estado, Município de Nova Lima e Ministério Público Federal.

Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

Siga-nos nas redes sociais

Comentários

    Receba novidades no seu e-mail

    Ao preencher e enviar o formulário, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Termos de Uso.

    Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

    Siga-nos nas redes sociais

    Fique por dentro!
    Cadastre-se e receba os nossos principais conteúdos por e-mail