Procura por celulares novos dispara nos dias seguintes ao Carnaval; veja pesquisa

Veja algumas dicas de segurança para não perder seu celular durante a folia

13 de fevereiro de 2024 às 5h01

img
Crédito: Adobe Stock

Foi pular Carnaval e perdeu o celular? Pois fique sabendo que isso é comum a muitos foliões. Uma pesquisa feita pela plataforma de comparação de preços Buscapé mostra que a procura por celulares novos dispara nos dias seguintes ao Carnaval.

Segundo o estudo, o aumento de procuras por um aparelho novo chegou a 37% em 2022, considerando o período da Quarta-Feira de Cinzas a sábado, em comparação com os quatro dias de folia. O dia com mais buscas foi a quinta-feira logo após o Carnaval.

Já em 2023, a Quarta-Feira de Cinzas apresentou a maior quantidade de buscas por celulares no período analisado. Somente de terça para quarta, houve um aumento de 15% no interesse pelo produto.

O ideal mesmo é tomar cuidado para não perder o smartphone, nem ser vítima de furto ou roubo durante o Carnaval. Quer levar o celular aos bloquinhos de rua e continuar em segurança? Anote aí as dicas de Victor Hayashi, professor de computação do Inteli (Instituto de Tecnologia e Liderança em São Paulo):

  • Evite senhas fáceis. Existem aplicativos que geram senhas mestras fortes;
  • Não envie senhas por e-mail ou WhatsApp;
  • A maioria dos serviços requer o cadastro de um e-mail adicional para recuperação de senhas. É recomendável não manter esse e-mail logado automaticamente no celular, pois, em caso de roubo ou furto, qualquer senha poderia ser recuperada e alterada pelo invasor;
  • Ative a verificação em duas etapas em todos os aplicativos que oferecem esse recurso;
  • Nas aplicações bancárias, ative a biometria;
  • Desabilite o pagamento por aproximação;
  • Ao realizar compras online, utilize um cartão virtual temporário;
  • Em caso de dúvida, leve para os passeios um celular antigo, sem aplicativos sensíveis.

‘Ano novo’ dos brasileiros

O superintendente Executivo da Mosaico, empresa detentora da marca Buscapé, Francisco Donato, atribui esse aumento de procuras por celulares novos à cultura brasileira de que o ano só começa mesmo depois do Carnaval.

“As datas fortes de compra são bastante aproximadas. Com a Black Friday em novembro, seguida pelo Natal em dezembro e a busca por materiais escolares e ofertas de Saldão em janeiro, observamos em fevereiro uma tendência de cautela e respiro dos brasileiros. É neste momento que, mesmo com a demanda intensificada por novos aparelhos de celular, a busca de preços faz mais sentido e ajuda na tomada de decisão entre modelos, lojistas e momento oportuno para investir nessa compra”, diz ele.

Apesar de as pessoas fazerem essa comparação de preços nesta época do ano, os valores não costumam sofrer variações muito significativas, segundo o Buscapé.

O levantamento mostrou que, em 2023, o preço da categoria saiu de R$ 2.072 para R$ 1.985 – uma queda de apenas 4%. Em 2022, a diferença entre os preços foi de 6%, caindo de R$ 1.808 para R$ 1.697.

Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

Siga-nos nas redes sociais

Comentários

    Receba novidades no seu e-mail

    Ao preencher e enviar o formulário, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Termos de Uso.

    Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

    Siga-nos nas redes sociais

    Fique por dentro!
    Cadastre-se e receba os nossos principais conteúdos por e-mail