Coteminas começa a produzir para chinesa Shein

30 de junho de 2023 às 7h18

img
Josué Gomes: produção começa com jeans, brim e malhas | Crédito: FIESP

Brasília – A varejista chinesa Shein vai começar a produzir peças de vestuário no Brasil em julho, em uma fábrica localizada em Macaíba, no Rio Grande do Norte.

O anúncio foi feito ontem pela governadora do estado, Fátima Bezerra (PT), em conjunto com o presidente da empresa chinesa para o Brasil e América Latina, Marcelo Claure, e com o presidente da brasileira Coteminas, Josué Gomes.

Os três participaram de uma reunião com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), no Palácio do Planalto.

“Viemos aqui com a governadora Fátima porque estaremos iniciando agora no mês de julho a produção de peças do vestuário para o mercado doméstico nacional, brasileiro, e para toda a região através do Rio Grande do Norte”, afirmou o presidente da Coteminas, Josué Gomes.

A Coteminas inicialmente será a responsável pela produção das peças de vestuário, em sua fábrica de Macaíba (RN). Essa fábrica será a “integradora” do trabalho, sendo abastecida pelo trabalho de outras oficinas de costura, que estarão espalhadas pelo estado do Rio Grande do Norte.

Josué Gomes acrescenta que a produção brasileira na Coteminas vai começar com produtos jeans, de brim e malhas de algodão.

Marcelo Claure, da Shein, ressaltou que o início da produção faz parte de um compromisso que foi assumido pela empresa com o ministro da Fazenda, Fernando Haddad. A empresa afirmou ao governo Lula que vai abrir cerca de 2 mil fábricas no Brasil, empregando cerca de 100 mil pessoas.

O executivo ainda complementa que serão investidos nesse processo US$ 150 milhões no processo de financiamento das fábricas e também para treinamento de pessoal.

“É parte de um processo de trocar a fabricação na China e trazer essa fabricação para o Brasil”, afirmou o executivo da varejista chinesa.

Marcelo Claure afirmou, no início deste mês, que a peça de roupa fabricada no Brasil pela Shein pode custar o mesmo ou ser até mais barata que a peça de roupa importada da China hoje.

“O Brasil tem tudo, tem a matéria-prima, o algodão, o poliéster e o jeans”, disse na ocasião, na recém-inaugurada sede da Shein no País, na avenida Faria Lima, zona oeste de São Paulo, endereços de bancos e multinacionais. “Meu sonho é que tenhamos designers brasileiros, tecidos brasileiros, fabricação brasileira e a venda dos produtos em todo o mundo. Estamos perto de conseguir isso.”

Recuperação fiscal

A governadora Fátima Bezerra também informou que o presidente Lula assinou um decreto para incluir o Rio Grande do Norte no regime de recuperação fiscal. A previsão é que o ato seja publicado hoje (30) no Diário Oficial da União.

“O presidente acaba de assinar um decreto, que estará sendo publicado no Diário Oficial desta sexta-feira, que formaliza a adesão do Rio Grande do Norte ao programa de equilíbrio fiscal. E com isso o Rio Grande do Norte vai acessar um empréstimo da ordem de R$ 1,6 bilhão”, afirmou a governadora.

“Esses recursos são muito importante, porque serão destinados prioritariamente para fazermos um grande investimento na recuperação e na malha rodoviária do Rio Grande do Norte, associado a investimentos que vamos fazer na área do turismo e da agricultura familiar”, completou. (Renato Machado)

Icone whatsapp

O Diário do Comércio está no WhatsApp.
Clique aqui e receba os principais conteúdos!

Tags:
Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

Siga-nos nas redes sociais

Comentários

    Receba novidades no seu e-mail

    Ao preencher e enviar o formulário, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Termos de Uso.

    Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

    Siga-nos nas redes sociais

    Fique por dentro!
    Cadastre-se e receba os nossos principais conteúdos por e-mail