Faturamento do setor mineral cresce 95% no País

22 de abril de 2021 às 17h44

img
Crédito: Reprodução

O faturamento do setor mineral no Brasil chegou a R$ 70 bilhões no primeiro trimestre deste ano, alta de 95% sobre o mesmo período de 2020, conforme balanço do Instituto Brasileiro de Mineração (Ibram).

Minas Gerais respondeu por 40% do montante, com R$ 28,1 bilhões no mesmo período. O Pará, no entanto, foi o estado com maior fatia do resultado: R$ 31,2 bilhões.

De acordo com o presidente do Conselho Diretor do Ibram, Wilson Brumer, o forte desempenho nacional foi puxado pela recuperação da economia chinesa, bem como impulsionado pelo avanço dos preços das commodities e à desvalorização do real frente ao dólar.

“Mesmo diante do cenário desafiador imposto pela pandemia de Covid-19 já há mais de um ano, a indústria de mineração optou por manter as operações e os resultados do trimestre comprovam que com uma produção segura, o setor tem conseguido elevar o recolhimento de tributos, criar e manter  empregos, gerar negócios para empresas de vários setores e multiplicar as divisas para o país”, comentou em entrevista coletiva virtual com jornalistas de todo o Brasil.

Em termos de produção mineral, a estimativa do Ibram para o período de janeiro a março de 2021 é de crescimento de 15% em toneladas em relação a igual período de 2020, tendo chegado a 227 milhões de toneladas.

Flávio Ottoni Penido, diretor-presidente do Instituto, ressaltou que a mineração passa por um ciclo ascendente, tanto em seu desempenho quanto na geração de benefícios para a nação como um todo.

“Quando a mineração está em um ciclo positivo ela assegura insumos e impulsiona negócios para milhares de empresas de todos os portes e de praticamente todos os segmentos, o que é extremamente positivo para a economia nacional”, afirmou.

Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

Siga-nos nas redes sociais

Comentários

    Receba novidades no seu e-mail

    Ao preencher e enviar o formulário, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Termos de Uso.

    Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

    Siga-nos nas redes sociais

    Fique por dentro!
    Cadastre-se e receba os nossos principais conteúdos por e-mail