Kit gratuito beneficia famílias de baixa renda em Minas Gerais

Para ter acesso, é preciso ser beneficiário de programa sociais e realizar o agendamento para a instalação do equipamento

26 de janeiro de 2024 às 14h37

img
É preciso ter cadastrado no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) e estar vinculado aos programas sociais federais | Crédito: Gustavo Torquato/MCom

O sinal analógico de TV já foi desligado em grande parte dos municípios mineiros, e em todos eles a transmissão de imagens e sons digitais com maior qualidade passou a operar. Famílias de baixa renda residentes em Minas Gerais e beneficiárias de algum programa social do Governo Federal têm direito, gratuitamente, a um kit com receptor e antena digital para TV.

Saiba como ter acesso ao kit digital:

  • É preciso ter cadastro no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) e estar vinculado aos programas sociais federais;
  • A solicitação é feita diretamente no site do Siga Antenado, onde é necessário fornecer o número de identificação social (NIS), o CPF para verificação de elegibilidade e o CEP para verificação de sinal;
  • Caso o agendamento esteja disponível na cidade e o nome do solicitante conste na lista, basta preencher um questionário on-line para verificar a elegibilidade ao benefício;
  • Outra opção é contatar o número 0800 729 2404, que também funciona como WhatsApp, para obter informações e agendar a instalação.

Em algumas regiões de Minas Gerais, o serviço é realizado pela Siga Antenado, entidade sem fins lucrativos estabelecida por determinação da Anatel para dar suporte à população de menor renda. Essa entidade assume todo o acompanhamento durante a migração do sinal de TV, além de fornecer técnicos para a instalação do equipamento nas residências.

Em entrevista ao DIÁRIO DO COMÉRCIO, a Siga Antenado informou que muitos beneficiários do Bolsa Família, do Minha Casa e Minha Vida e vários outros programas ainda não solicitaram os kits. Na prática, antes, os televisores necessitavam da utilização de parabólicas tradicionais (Banda C). No entanto, com o desligamento do sinal que ocorre de forma escalonada pelas regiões do Estado, é necessária a instalação do sinal das parabólicas digitais (Banda Ku)

Instalações podem superar os 2 milhões nos próximos meses

Ainda segundo a Siga Antenado, o Esatdo teve fechar esse processo de migração com 179 mil kits da nova antena digital instalados. Já as solicitações devem compreender 268 cidades mineiras, onde o agendamento está disponível atualmente. No País, o número pode solicitações deve superar 2 milhões de instalações nos próximos meses.

Somente de julho de 2022 até o momento, 1,7 milhão de instalações já foram realizados. A vantagem, além do fornecimento de imagens de alta qualidade, é que a antena digital pode receber a transmissão de até 80 canais abertos de todo o País.

Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

Siga-nos nas redes sociais

Comentários

    Receba novidades no seu e-mail

    Ao preencher e enviar o formulário, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Termos de Uso.

    Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

    Siga-nos nas redes sociais

    Fique por dentro!
    Cadastre-se e receba os nossos principais conteúdos por e-mail