COTAÇÃO DE 20/05/2022

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$4,8730

VENDA: R$4,8740

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$4,9500

VENDA: R$5,0570

EURO

COMPRA: R$5,1492

VENDA: R$5,1504

OURO NY

U$1.846,53

OURO BM&F (g)

R$288,58 (g)

BOVESPA

+1,39

POUPANÇA

0,6441%

OFERECIMENTO

Economia

Log bate recorde de lucro líquido em 2021

COMPARTILHE

Com aportes de R$ 2,2 bilhões, a Log busca atingir a marca de 1,5 milhão de metros quadrados de galpões até 2024 | Crédito: Divulgação

O boom do e-commerce, que vem impulsionando o setor logístico desde 2020, continuou alavancando os negócios da Log Commercial Properties, empresa que atua na incorporação, construção, comercialização de condomínios de armazenagem e desembaraço de cargas, também no ano passado. A companhia, que tem os donos da MRV como principais acionistas, encerrou 2021 com resultados operacionais e financeiros em patamares históricos. Apenas o lucro líquido avançou 168,8% e a meta é manter o ritmo de crescimento também em 2022.

Um dos recordes alcançados no ano que se encerrou diz respeito às entregas. Ao todo, foram seis projetos desenvolvidos em cinco cidades diferentes, totalizando 231,1 mil metros quadrados de Área Bruta Locável (ABL). E, até o final deste exercício, serão mais 414,4 mil metros quadrados em outras seis cidades.

PUBLICIDADE




Os números sustentam a meta do plano de expansão da companhia, o “Todos por 1.5”, que prevê a construção de 1,5 milhão de metros quadrados de galpões até 2024, sob investimentos de cerca de R$ 2 bilhões. Inicialmente a meta era de 1 milhão de metros quadrados, mas, devido ao aquecimento do setor, já foi alterada algumas vezes.

“Serão 750 mil metros de ABL entregues até o final deste exercício. Estabelecemos novas metas e seguiremos o ritmo em 2022, 2023 e 2024 visando o cumprimento”, afirma o CFO da Log, André Vitória. O land bank para o plano já está em cerca de 90%. Ao longo de 2021, foram adicionados 10 terrenos em 10 cidades, totalizando 519,0 mil metros quadrados de ABL.

A atividade construtiva também foi recorde em 2021 e chegou a 349,2 mil metros quadrados de ABL produzidos. Da mesma forma, a absorção bruta chegou a 786,5 mil metros quadrados de ABL, sendo 86% fora do eixo Rio/São Paulo – outro resultado histórico. Já a vacância, segundo o executivo, está estabilizada em 3%, enquanto a média no País gira em torno de 11%.

“Estamos otimistas. A grande demanda por nossos ativos, principalmente pelo setor de e-commerce, nos permite já ter 83% de pré-locação nos ativos que serão entregues em 2022″, revela. Por falar em e-commerce, tamanha é a força do setor que cerca de 63% do portfólio da companhia já é composto por clientes direta ou indiretamente vinculados ao comércio eletrônico.

PUBLICIDADE




Ainda conforme o balanço divulgado pela empresa, em 2021 foram firmados cinco novos contratos de projetos “built to suit” (BTS) com relevantes players de e-commerce, tanto nacionais quanto internacionais, totalizando 313,6 mil metros quadrados de ABL.

Sob o aspecto financeiro, o lucro líquido da Log em 2021 chegou a R$ 383 milhões, crescimento de 168,8% sobre os R$ 142 milhões apurados em 2020. E o Ebitda (lucro sem descontar impostos, juros e amortizações) chegou a R$ 414,5 milhões, aumento de 65% em relação ao ano anterior (R$ 251 milhões).

Para o CFO, os números reforçam a estratégia de geração de valor no desenvolvimento de ativos greenfield, que em 2021 chegou a R$ 291,3 milhões.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!