COTAÇÃO DE 24/09/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,3430

VENDA: R$5,3440

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,3800

VENDA: R$5,5030

EURO

COMPRA: R$6,2581

VENDA: R$6,2594

OURO NY

U$1.750,87

OURO BM&F (g)

R$301,00 (g)

BOVESPA

-0,69

POUPANÇA

0,3012%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Economia

Nova plataforma veicular beneficia Polo Automotivo da Fiat em Betim

COMPARTILHE

A Stellantis tem investimentos programados de R$ 8, 5 bilhões na planta de Betim | Crédito: Leo Lara/Studio Cerri

A Stellantis, detentora da marca Fiat, inaugurou uma plataforma veicular em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). Os investimentos realizados na Modular Architecture (MLA) são parte dos R$ 8,5 bilhões destinados ao Polo Automotivo da Fiat no município entre 2019 e 2025.

“A nova plataforma MLA faz parte dos investimentos da Stellantis no Polo Automotivo Fiat em Betim (MG). O montante é de R$ 8,5 bilhões pelo período de 2019 a 2025, que envolve também lançamentos no ano passado (Nova Strada), em 2021 (Nova Toro, 500 elétrico e seu novo SUV) e em 2022, com um segundo SUV de porte maior”, afirma o diretor de desenvolvimento de produto da Stellantis América do Sul, Marcio Tonani.

PUBLICIDADE

A nova plataforma MLA, de acordo com a Stellantis, conta com diferenciais importantes, foi desenvolvida pela equipe de engenharia América do Sul e estreia no novo SUV da Fiat. 

“A plataforma MLA é a arquitetura veicular mais moderna já desenvolvida no Polo Automotivo de Betim. Os esforços da engenharia local foram concentrados em modularidade, segurança e performance”, diz Tonani.

Além disso, de acordo com o diretor de desenvolvimento de produto da Stellantis América do Sul, há também avanços no que diz respeito à utilização de materiais tecnológicos. “Esta nova arquitetura da Stellantis avança na utilização de materiais tecnológicos, nova geração de motopropulsores, eficiência energética, evolução da legislação (Rota 2030), segurança veicular e modularidade”, afirma.

MLA é parte do plano de investimentos de R$ 8,5 bilhões do grupo em Minas até 2025 e será usado no SUV que será lançado | Crédito: Divulgação – Stellantis

Especificidades da plataforma MLA

No caso do novo SUV da Fiat, diz material divulgado pela Stellantis, a plataforma MLA conta com características como opção de motores turbo e aspirado e sistema de direção específico para o modelo.

“No caso específico do novo SUV da Fiat, a plataforma MLA traz novas suspensões dianteira e traseira, sistema de direção específico para o modelo, opção de motores turbo e aspirado, novas transmissões, além de uma exclusiva arquitetura elétrica com suporte a gestão inteligente do uso cada vez mais extenso da eletrônica, como a central multimídia de última geração e sistemas de auxílio à condução. Tudo isso sem abrir mão da otimização em eficiência energética, máxima performance em segurança ativa e passiva”, destaca o material.

Stellantis em números

Em abril, a Stellantis encerrou o mês com 31,6% de participação nas vendas totais de automóveis e comerciais no País, com mais de 52 mil unidades comercializadas. A Fiat foi a maior responsável pelo número de vendas no mês passado (36,4 mil). O número corresponde a 22,1% de participação no mercado brasileiro.

Nos primeiros quatro meses do ano, a Stellantis comercializou mais de 196 mil unidades, o que representa 29,6% de participação no mercado.

Planta na Itália deve ter paralisação

Milão – A Stellantis interromperá novamente a produção na fábrica de Melfi, no sul da Itália, no mês que vem, conforme a escassez global de chips e a fraca demanda ligada à pandemia de Covid-19 continuam afetando a indústria automotiva, afirmou o sindicato UILM na sexta-feira (29).

Marco Lomio, da UILM, disse que a empresa informou aos sindicatos que suspenderia a produção por vários dias em junho.

A empresa também alertou os sindicatos de que a paralisação poderia se estender até 1º de julho.

A quarta maior montadora do mundo disse no começo do mês que esperava que a falta de semicondutores afetasse a produção neste trimestre mais fortemente do que nos primeiros três meses do ano e que situação deve melhorar no segundo semestre de 2021. Mas alertou que a ruptura na indústria automobilística pode durar até 2022.

A Stellantis, formada no início do ano a partir da fusão da ítalo-americana Fiat Chrysler e da francesa PSA, fabrica os modelos Jeep Renegade e Compass e o Fiat 500X SUV compacto em Melfi, uma das maiores instalações de montagem do grupo na Itália.

Um porta-voz da Stellantis confirmou que a paralisação foi devido tanto ao problema de semicondutores quanto à fraca demanda do mercado. (Reuters)

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!