ONS reduz projeção para crescimento da carga de energia a 9,9% em janeiro

Em boletim divulgado nesta sexta-feira, o órgão projeta crescimento de 9,9% da carga no Sistema Interligado Nacional (SIN)

19 de janeiro de 2024 às 16h58

img
Crédito: REUTERS/Paulo Santos

São Paulo – O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) reduziu sua estimativa para a carga de energia no Brasil em janeiro, ao mesmo tempo em que elevou a previsão para as chuvas que devem chegar a reservatórios das usinas hidrelétricas do Sul no mês.

Em boletim divulgado nesta sexta-feira, o órgão projeta crescimento de 9,9% da carga no Sistema Interligado Nacional (SIN) ante janeiro de 2023, a 82.009 megawatts médios (MWmed), abaixo dos 10,7% previstos na semana anterior.

Para as afluências do mês, o ONS elevou sua estimativa para o Sul a 120% da média histórica (ante 97% na previsão da semana anterior) e reduziu para o Norte (65%, ante 73%). Nos outros subsistemas, foram feitos ajustes menores nas previsões, com 64% para o Sudeste/Centro-Oeste (ante 66%) e 42% no Nordeste (ante 41%).

O órgão também estimou que a capacidade de armazenamento do Sudeste/Centro-Oeste, subsistema que é considerado a “caixa d’água” por concentrar os maiores reservatórios de hidrelétricas do país, alcançará 63,3% ao final de janeiro, ante 63,4% previstos na semana anterior.

Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

Siga-nos nas redes sociais

Comentários

    Receba novidades no seu e-mail

    Ao preencher e enviar o formulário, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Termos de Uso.

    Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

    Siga-nos nas redes sociais

    Fique por dentro!
    Cadastre-se e receba os nossos principais conteúdos por e-mail