Entenda o papel da era digital dentro da indústria

9 de fevereiro de 2024 às 5h04

img
Crédito: Adobe Stock

Estamos vivendo a quarta revolução industrial, conhecida como a Internet das Coisas ou a Indústria 4.0.

Ela traz uma série de avanços para dentro da indústria, entre eles, o conceito de “fábricas inteligentes”.

Isso não trouxe vantagens somente para o processo de fabricação em si, mas, principalmente, para o controle de qualidade dos produtos.

Hoje, temos à disposição novas ferramentas que tornam possível a implantação de sistemas inteligentes de controle de qualidade e rastreabilidade nas indústrias. O processo consiste na instalação de máquinas (hardware) e ferramentas de controle (software) nas linhas de produção. 

O processo digital de integração entre a informação e os equipamentos inicia pelas informações dos produtos que serão produzidos, que são enviados pelo ERP da indústria para o software de gestão da rastreabilidade, que, por sua vez, devolve informações da produção para as codificadoras, apontando quais dados devem ser impressos na embalagem de cada produto, ou até mesmo diretamente nele. Este é o primeiro passo para a garantia da qualidade, pois a informação é precisa, sem risco de erros humanos na transcrição das informações.

A partir deste momento, quando o produto está codificado, inicia-se o processo de garantia de qualidade, através da inspeção. Primeiramente, sistemas de visão avançados podem conferir a codificação realizada e enviar a informação para o software de gestão de rastreabilidade, que irá fazer o comparativo com a informação que foi enviada à impressora, bem como acionar um alerta em caso de codificação em inconformidade.

Os sistemas de visão têm avançado rapidamente e, hoje, eles podem conferir a codificação realizada (leitura de códigos e leitura de caracteres impressos) e, também, verificar outras características dos produtos, como: se a embalagem está correta, se as dimensões correspondem ou se os números impressos são de fato os corretos. Todas essas informações coletadas podem gerar ações corretivas instantâneas e em tempo real.

Outras ferramentas importantes de garantia de qualidade são: a inspeção de defeitos não visíveis a olho nu ou mesmo para sistemas de visão. Nesse momento entram em ação os detectores de metais, checadores de peso e sistemas de inspeção por raio X.

Os detectores de metais podem encontrar contaminantes metálicos “dentro dos produtos”, não importando se estão dentro ou fora da embalagem. Normalmente instalados em esteiras (para produtos sólidos, com ou sem embalagem) ou em dutos e tubos, os detectores de metais inspecionam a presença de contaminantes metálicos e são programados para tomar ações, rejeitando os produtos inconformes da linha de produção.

Já os equipamentos de raio X fazem uma inspeção ainda mais completa, podendo encontrar além de metais, outros tipos de contaminantes sólidos indesejados, como madeira, vidro, borracha, ossos, cerâmica, polímeros. Todas essas informações de conformidade e inconformidade são enviadas em tempo real para os softwares de gestão, que armazenam os dados de qualidade e facilitam o tempo de ações para correção em caso de desvio padrão. E o que é ainda melhor: tudo fica armazenado e disponível, podendo ser auditado a qualquer momento.

Após todos esses processos, ainda há a oportunidade de inspecionar o peso dos produtos que estão sendo produzidos, através de checadores de peso. Eles podem conferir se o peso dos produtos está dentro dos padrões estabelecidos individualmente, e rejeitar produtos que destoam. Além disso, muitas vezes as informações de peso geradas pelos checadores podem ser impressas na embalagem do produto.

Indo mais além, tudo pode ser integrado ao ERP do cliente, para que as informações possam ser geradas pelo próprio sistema de gestão, enviadas para as máquinas, e estas, por sua vez, possam devolver os resultados encontrados. A qualquer momento, qualquer pessoa que tenha acesso pode buscar essas informações no seu ERP, tablet ou celular, em qualquer lugar do mundo!

A era digital dentro da indústria tem feito um papel fundamental de construir uma relação entre as empresas e os seus consumidores, garantindo para a indústria e seus consumidores a qualidade e a confiabilidade dos produtos. Os benefícios são imensuráveis e vão desde a proteção da marca, redução de custos com recall e reprocessamentos, perdas com embalagens, logística, até eliminação de riscos à saúde e segurança. A tecnologia que nos serve garante uma indústria eficaz, mais assertiva e muito mais regular.

*Diretor de Operações do grupo Soma Solution

Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

Siga-nos nas redes sociais

Comentários

    Receba novidades no seu e-mail

    Ao preencher e enviar o formulário, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Termos de Uso.

    Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

    Siga-nos nas redes sociais

    Fique por dentro!
    Cadastre-se e receba os nossos principais conteúdos por e-mail