Transações via Pix sobem 68% em Minas Gerais nas compras de bens e serviços

As compras com Pix representaram 3% das transações realizadas no quarto trimestre de 2023

29 de janeiro de 2024 às 15h33

img
O valor total transacionado no Estado cresceu 37%, com um tíquete médio de R$ 379 | Crédito: Adobe Stock

O uso do Pix, por parte dos consumidores, nas compras de bens e serviços cresceu 68% em Minas Gerais durante o último ano na comparação com 2022. O valor total das transações cresceu 37% e alcançou tíquete médio de R$ 379. A geração Y foi a que mais utilizou a modalidade de pagamento, com 49% das compras realizadas. Em seguida aparecem as gerações X (28%), Z (14%) e os babyboomers (9%).

Os dados foram levantados pelo Itaú Unibanco, que revelou, ainda, avanço de 20% no total transacionado e de 16% no número de transações realizadas com cartões de crédito e nas compras com Pix no Estado em 2023.

O diretor do Itaú Unibanco, Moisés Nascimento, explica que o Pix tem ocupado cada vez mais espaço na vida dos brasileiros, cumprindo um papel complementar ao dos cartões de crédito e débito nas relações de consumo. “A disposição dos consumidores de acessar cada vez mais serviços financeiros digitais tem impulsionado positivamente o mercado, levando ao desenvolvimento de novos recursos para melhorar a experiência dos clientes”, relata.

Ele também destaca que as compras com Pix são fáceis, rápidas e seguras, além de proporcionarem uma boa experiência para os clientes e serem vantajosas para os vendedores, “especialmente por ser um pagamento instantâneo”.

Considerando apenas as compras realizadas no ambiente on-line, o uso do cartão virtual também apresentou alta relevante, segundo a pesquisa, de 72% na quantidade de operações, e de 53% no valor transacionado.

Transações por setor

O estudo do Itaú Unibanco ainda revelou que a educação foi o segmento com a maior variação no número de transações no ano passado, com alta de 58%. Os outros setores que se destacaram foram: atacadistas (53%), cultura, esporte e lazer (46%) e turismo (19%).

Já o setor de alimentação foi o mais representativo nas transações, considerando crédito e Pix, e foi o grande destaque em compras dos consumidores mineiros, com 28% do total. Depois viram: mercado (18%), cultura, esporte e lazer (7%), postos de combustíveis (7%) e o segmento de drogarias e cosméticos (7%).

Outro setor que também apresentou bons resultados em Minas foi o de turismo, com crescimento de 32% no valor total de gastos e 18% na quantidade de transações e tíquete médio de R$ 1.044. O gasto total com turismo internacional aumentou 29% e as transações feitas com cartão de crédito elevaram 32%, o tíquete médio foi de R$ 1.357. O ranking dos países é liderado pelos Estados Unidos, com 20% das compras relacionadas ao setor. Em seguida surgem: Argentina (9%) e Portugal, Itália e Chile, empatados com 6% das compras realizadas fora do Brasil.

Outros destaques de Minas Gerais

O comportamento de consumo dos mineiros também foi impactado pelas ondas de calor que atingiram o País. De acordo com o levantamento, os gastos com compra e manutenção de ar-condicionado cresceram 9% em 2023, com avanço de 25% nas transações realizadas.

A população de Minas Gerais também aumentou seus gastos com terapias, psicólogos e psiquiatras durante o último ano. A alta no Estado foi de 92% no valor transacionado e de 96% na quantidade de transações frente a 2022. O Pix é quem puxa esse resultado, representando 96% das transações realizadas, com alta de 101% no valor transacionado e de 104% no número de transações. O tíquete médio no Pix foi de R$ 371, enquanto no crédito foide R$ 514.

Os gastos com veterinários e pet shops, hotéis e creches para animais também aumentaram. Os gastos com setor pet cresceram 20% em 2023 e registraram alta de 10% na quantidade de transações. O crédito ainda representa a maioria dos pagamentos (78%), mas o Pix vem ganhando espaço, com 22% do total.

O levantamento realizado pelo Itaú Unibanco também apontou para crescimento de 542% no valor gasto com versões pagas das principais ferramentas de inteligência artificial (IA) em Minas. A quantidade transacionada com cartões de crédito aumentou 730% e fechou com um tíquete médio de R$ 117.

Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

Siga-nos nas redes sociais

Comentários

    Receba novidades no seu e-mail

    Ao preencher e enviar o formulário, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Termos de Uso.

    Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

    Siga-nos nas redes sociais

    Fique por dentro!
    Cadastre-se e receba os nossos principais conteúdos por e-mail