BNDES concede US$ 447,8 milhões para usina solar em Janaúba

Esse é o maior financiamento do BNDES em dólares designado para um projeto de fonte renovável

29 de novembro de 2023 às 17h59

img
A usina solar terá uma capacidade instalada de 902 MWp, equivalente a 768 MWac e produzirá 200 MW médios ou 2TWh anuais | Crédito: Atlas / Divulgação

A Atlas Renewable Energy, empresa especializada na produção de energia renovável, receberá um financiamento de US$ 447,8 milhões, o equivalente a R$ 2,18 bilhões, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para a construção da usina solar Vista Alegre, localizada em Janaúba, no Norte de Minas Gerais. Esse é o maior projeto solar a ser construído em uma só fase no Brasil e o valor se refere ao maior financiamento em dólares, voltado para energia renovável, do banco.

A planta terá capacidade instalada de 902 megawatt-pico (MWp), equivalente a 768 MWac e produzirá 200 MW médios ou 2TWh anuais. Dessa forma, o empreendimento contribuirá para evitar a emissão de 2,4 milhões de toneladas de gás carbônico (CO2), durante os 20 anos de operação da planta, com geração que corresponde ao fornecimento de energia para mais de 3 milhões de pessoas.

A usina Vista Alegre começou a ser construída neste ano e vai fornecer eletricidade à produtora de alumínio primário Alumínio Brasileiro S.A. (Albras) por 21 anos, por meio de um Contrato de Compra de Energia (PPA); o início do fornecimento deve ocorrer até 2025. Com esse projeto, a Atlas se mantém como líder em PPAs em dólares para grandes consumidores de energia no País.

O diretor da Atlas no Brasil, Fábio Bortoluzo, destaca que os PPAs em dólares têm ganhado força no País como uma solução para fornecer energia limpa às empresas, fornecer hedge cambial para grandes exportadores e ajudar os clientes a cumprirem suas metas de sustentabilidade por meio do acesso à energia renovável. “Mais uma vez, o BNDES deposita sua confiança na Atlas, o que nos permite garantir a viabilidade deste projeto para impulsionar o uso da energia solar no País”, comenta.

Usina Solar Boa Sorte

Esse não é o primeiro grande projeto da Atlas Renewable Energy, em parceria com a Albras, que conta com apoio do BNDES. No início deste ano, a instituição financeira concedeu um financiamento no valor de US$ 210 milhões, o equivalente a R$ 1,1 bilhão, para o desenvolvimento do projeto de energia solar Boa Sorte.

A usina Boa Sorte está sendo construído em Paracatu, no Noroeste de Minas, e foi o primeiro projeto de energia renovável a receber um empréstimo do BNDES indexado ao dólar americano. A unidade geradora está sendo desenvolvida por meio de uma joint venture com a Hydro Rein para fornecer energia limpa para clientes do setor industrial, como a Albras, sob um contrato de 20 anos.

Esse projeto se destaca pela nova estrutura de contrato por meio de uma joint venture entre Atlas, Hydro Rein e o cliente observando uma estrutura de autoprodução para fornecer 12% do consumo anual de energia do Cliente.

A nova planta fotovoltaica de Boa Sorte terá capacidade instalada de 438 MW, que gerará 815 gigawatts hora (GWh) anuais, o equivalente a fornecer energia limpa para mais de 394.000 residências e compensar mais de 61.000 toneladas de emissões de CO2 por ano.

A estimativa é que mais de 2 mil pessoas sejam contratadas durante a construção da usina. A Atlas também implementou o programa “Todos fazemos parte da mesma energia”, que visa treinar mulheres locais em habilidades técnicas, e mobilizará seus contratados para reduzir a diferença de gênero na construção da fábrica e promover novas capacidades e habilidades dentro da força de trabalho feminina local.

Recentemente, a empresa que atua no segmento de geração de energia renovável concluiu o desenvolvimento de duas usinas solares no Estado. As plantas Lar do Sol e Casablanca, em Pirapora, no Norte de Minas Gerais, já estão operando e fornecendo energia limpa para a Unipar e a Anglo American, respectivamente. Ambos os projetos têm uma capacidade instalada de quase 600 MWp e irão gerar mais de 1,2 GW de energia limpa por ano.

Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

Siga-nos nas redes sociais

Comentários

    Receba novidades no seu e-mail

    Ao preencher e enviar o formulário, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Termos de Uso.

    Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

    Siga-nos nas redes sociais

    Fique por dentro!
    Cadastre-se e receba os nossos principais conteúdos por e-mail