“A gente não vai bem, mas nunca se mobilizou tanto”

Segundo CEO do Pacto Global, da ONU, há uma “retração dos empresários”

20 de abril de 2023 às 0h29

img
Carlo Pereira visitou a redação do DIÁRIO DO COMÉRCIO | Crédito: Breno Ribeiro

O cenário atual da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU) não é positivo na avaliação do CEO do Pacto Global no Brasil, Carlo Linkevieius Pereira. Lançado em 2000, o Pacto Global orienta e apoia a comunidade empresarial global no avanço das metas e valores da organização por meio de práticas corporativas responsáveis.

“Quando a gente observa a Agenda 2030 nos temas sociais, ambientais e de governança, percebemos que a gente não vai bem, seja no mundo, no Brasil e também aqui em Minas. Por outro lado, a gente nunca se mobilizou tanto enquanto sociedade em torno de uma agenda”, disse. Apesar dos problemas, Pereira afirma que o potencial para fazer a diferença está nas ações e engajamento de cada um dos entes da sociedade.

O CEO do Pacto Global esteve ontem no DIÁRIO DO COMÉRCIO para uma conversa com a redação sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), Agenda 2030 e Movimentos. 

Entre os percalços, ele destaca que a pandemia e a guerra da Ucrânia interferiram negativamente nas ações que esbarram em questões culturais, em especial, as que têm relação com o conservadorismo ou que estão associadas às pautas consideradas de teor progressista. “Há uma retração dos empresários por medo de ataques”, afirmou.

O representante do Pacto Global no Brasil citou o recente caso do impasse entre o governador da Flórida, Ron DeSantis, e a Disney. No fim de fevereiro deste ano, o político do Partido Republicano assinou uma lei para retomar controle de uma área administrada pela gigante do entretenimento. O motivo do desentendimento aconteceu no ano passado, quando a Disney criticou uma lei promovida por DeSantis que proíbe abordar questões relacionadas à orientação sexual e identidade de gênero nas escolas primárias da Flórida sem o consentimento dos pais.

Responsabilidade da imprensa

Na visita ao DIÁRIO DO COMÉRCIO, Pereira falou à redação sobre a importância da sustentabilidade na cobertura da imprensa especializada de economia e, especialmente, no papel desses conteúdos na transformação global.  

Com o objetivo de promover a consolidação desses objetivos e da agenda, além de promover ações que colaborem com as metas da ONU entre os mineiros, foi criado o Movimento Minas 2032 – Pela Transformação Global (MM2032), idealizado pelo DIÁRIO DO COMÉRCIO e pelo Instituto Orior. 

“Nosso grande desafio é democratizar a agenda, além de informar, formar”, destacou a presidente do DIÁRIO DO COMÉRCIO e idealizadora do movimento e presidente, Adriana Costa Muls.

O diretor do Instituto Orior e coordenador do MM2032, Raimundo Soraes, que também esteve presente ao encontro, acrescentou que hoje as empresas contam com dados e tecnologia e, logo, o que falta, em muitos casos, é a decisão de fazer. “A chave está na liderança”, frisou.

Avanços

O CEO do Pacto Global no Brasil observou que um dos avanços nos últimos anos nas corporações é o relatório de sustentabilidade. “Isso não existia há 20, 30 anos”, diz. Entretanto, há áreas que precisam de mais investimentos, como a da saúde mental, em especial, no Brasil, que é o País mais ansioso do mundo e um dos líderes de burnout (síndrome do esgotamento, cujo principal sintoma é a exaustão extrema no trabalho). “Não há movimento corporativo no País que trata de saúde mental”, destacou. Ele acrescentou que a próxima agenda começa a ser definida no próximo ano.

Além da visita ao DIÁRIO DO COMÉRCIO, Pereira também participou do evento “Desafios e Oportunidades para o Setor empresarial no ODS 06 em Minas”, na sede da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), no bairro Santo Antônio, região Centro-Sul de Belo Horizonte.

Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

Siga-nos nas redes sociais

Comentários

    Receba novidades no seu e-mail

    Ao preencher e enviar o formulário, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Termos de Uso.

    Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

    Siga-nos nas redes sociais

    Fique por dentro!
    Cadastre-se e receba os nossos principais conteúdos por e-mail