Cidades mineiras vão receber soluções para o transporte público

Integrante do grupo canadense Volaris e Modaxo pretende ampliar a atuação para mais 20 municípios no Estado

31 de janeiro de 2024 às 5h15

img
Empresa conta com dispositivo que permite múltiplas formas de pagamentos e maior integração | Crédito: Divulgação/Empresa 1

Presente na gestão do transporte público de 75 cidades de Minas Gerais, entre elas Pouso Alegre, Viçosa, Araxá, Uberlândia, Ipatinga, Coronel Fabriciano e Timóteo, a Empresa 1, companhia que integra o grupo canadense Volaris e o coletivo Modaxo, e oferece diversas soluções de mobilidade urbana, pretende ampliar em 2024 sua atuação em todo o País. Em Minas, o plano é chegar a mais 20 municípios.

Considerando a totalidade dos clientes, a Empresa 1 entrega soluções de mobilidade e transporte a 170 cidades no Brasil, México e Guatemala. E a companhia só cresce. No balanço da empresa referente a 2023, a presença em termos de cidades atendidas cresceu 14% no geral com relação ao ano anterior.

Dos 85 mil veículos do transporte público no Brasil, 22 mil estão sob a gestão da empresa. São soluções como certificações e venda de crédito, cobrança de passagens, administração de cartões inteligentes, supervisão de datacenters, serviços de biometria, telemetria, gestão da gratuidade do transporte entre outros serviços.

Facilidades que ampliam, de acordo com o diretor técnico da empresa, Marciolinio Sobrinho, a eficiência operacional das empresas e contribuem para a redução de despesas. “Oferecemos múltiplos dispositivos que substituem antigas operações individualizadas. Tudo em um sistema integrado e monitorado de forma automatizada”, comenta o diretor. 

Dentre as tecnologias da empresa, ele destaca os validadores all in one. Além de serem compatíveis com diversas tecnologias, foram desenvolvidos para atuar como um hub de integração dentro do ambiente do ônibus e aceitar diversas funcionalidades ao mesmo tempo. 

O dispositivo permite que o transporte passe a ter uma tecnologia mais moderna e completa do mercado, permitindo múltiplas formas de pagamento, integração com outros sistemas e telemetria, além de consolidar pacotes de dados, tudo em um só equipamento.

Para entender a magnitude dos serviços prestados, de acordo com o balanço de 2023 da empresa, ela supervisiona 18 milhões de cartões inteligentes individuais e 76 datacenters; faz 20 milhões de certificações de crédito em média por dia e gera 218 milhões de imagens biométricas por mês.

São soluções que contribuem com a modernização do transporte público, agilizam o processo e entrega benefícios não só para as empresas como para os usuários. O sistema de biometria, por exemplo, contribui para evitar as fraudes. A ferramenta desenvolvida pela empresa oferece uma leitura facial automatizada do usuário que está elegível à gratuidade, de forma que automaticamente ele bloqueia caso haja fraude ou uso indevido do sistema, sem constrangimento para o usuário. 

“Antigamente você só tinha a figura do cobrador para controlar que o passageiro transpusesse a catraca ou não. Com o avanço tecnológico, esse sistema foi automatizado e contribui para uma maior eficiência do processo”, diz Marciolinio Sobrinho.

Empresas do transporte público também se preocupam com a experiência do cliente 

Com a valorização da experiência do cliente, o diretor da Empresa 1 conta que a companhia acrescentou modalidades de negócios e passou a focar na experiência dos clientes das empresas-clientes, ou seja, os usuários dos ônibus. “De uns tempos para cá, percebemos que precisávamos entregar soluções não só para nossos clientes, como para os clientes dos nossos clientes”, comenta o diretor. 

Crédito: Divulgação/Empresa 1

Além das entregas de gestão para as empresas, eles passaram a desenvolver ferramentas para o usuário como a divulgação de informações em tempo real. “Como trabalhamos em prol e no fomento do retorno dos passageiros para o transporte público, passamos a desenvolver facilidades e boas experiências, como, por exemplo, aplicativos em que o usuário recebe informações relevantes em tempo real como número de passageiros dentro do ônibus, tempo da viagem, tempo de espera e crédito do cartão”, explica o diretor.

Para 2024, mais aplicativos de usuários deixarão de apresentar o nome da Empresa 1 e adotarão marcas do negócio local. Como, por exemplo, o nome da empresa-cliente, ou um nome que o cliente queira adotar. “Uma forma de personalizar o dispositivo de acordo com cada cidade que atuamos”, explica.

Em Guarapari (ES), por exemplo, houve modernização de bilhetagem dos ônibus das cidades, conhecido como Guaracard. Os veículos da frota passaram a contar com validadores atualizados que, além de cartões, também leem QR Code e recarregam os créditos. Em Minas, a cidade de Coronel Fabriciano (MG) já conta com as customizações.

Modernização é desafio do setor

Com o objetivo de contribuir com o mercado de transporte e diante dos desafios que o setor enfrenta como a morosa modernização, em algumas empresas, a Empresa 1 criou uma campanha para viabilizar a aquisição de validadores on-line com custo abaixo do mercado, de forma a oferecer benefícios para os usuários.

A campanha, que foi batizada com o nome de ‘Moderniza!’, contribui para a viabilidade de financiamentos facilitados para as empresas se modernizarem. De acordo com o diretor, o objetivo da companhia é contribuir com a modernização das empresas, aumentar as funcionalidades embarcadas, propiciar maior eficiência operacional e oferecer um serviço com mais qualidade e praticidade para os passageiros.

Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

Siga-nos nas redes sociais

Comentários

    Receba novidades no seu e-mail

    Ao preencher e enviar o formulário, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Termos de Uso.

    Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

    Siga-nos nas redes sociais

    Fique por dentro!
    Cadastre-se e receba os nossos principais conteúdos por e-mail