DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,1220

VENDA: R$5,1230

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,1430

VENDA: R$5,2800

EURO

COMPRA: R$6,1922

VENDA: R$6,1950

OURO NY

U$1.876,87

OURO BM&F (g)

R$309,26 (g)

BOVESPA

+0,13

POUPANÇA

0,2019%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Negócios

Conta 4U fará expansão nacional com foco em Minas

COMPARTILHE

Hoje temos uma plataforma que cuida daquilo que o empresário precisa de fato, garante o CEO João Ferraz | Crédito: Divulgação

O caos, provocado pela pandemia, e a burocracia levam as pequenas empresas ao descontrole contábil. Com foco na operação e quase nenhuma estrutura, micro e pequenas empresas (MPEs), microempreendedores individuais (MEIs), autônomos e optantes do Simples não costumam ter capital para contratar um contador ou uma consultoria contábil.

De olho nesse público, a plataforma capixaba  Conta 4U, projeta sua expansão nacional com foco no território mineiro. A primeira unidade franqueada já está em operação em Belo Horizonte e a meta é alcançar, pelo menos, 30% das cidades mineiras, começando pelos polos regionais.

PUBLICIDADE

Segundo o CEO da Conta 4U, João Ferraz, Minas Gerais atrai pelo tamanho da economia e também pelo nível de empreendedorismo local. De acordo com dados da Receita Federal, divulgados pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), houve um aumento de 18,89% na abertura de empresas em Minas Gerais em janeiro deste ano, em comparação com o mesmo mês de 2020.

“Hoje temos uma plataforma que cuida daquilo que o empresário precisa de fato. Proporcionamos a ele uma solução acessível e que permite através de uma estrutura intuitiva e com Inteligência Artificial (IA), cumprir o processo inteiro até a ponta final. A contabilidade consultiva é fundamental, mas nem sempre uma pequena empresa consegue arcar com o valor de consultoria. A partir do lançamento dos dados, conseguimos fazer as classificações, informar ao governo todas as obrigações e entregar as declarações e guias. Isso porque entregamos muita tecnologia no processo”, explica Ferraz.

O investimento médio para abertura de unidade é de R$ 21 mil. O papel do franqueado é prospectar clientes e usar a sua rede de relacionamento comercial. Não é exigida nenhuma experiência no setor mas, apesar disso, muitos contadores têm aderido, especialmente aqueles que querem passar para um modelo de menor custo e jovens recém-formados.

“Quando começamos, a ideia era ser uma central que atendesse o Brasil. Mas tem um elemento fundamental nesse segmento que é a construção de confiança. Difícil alguém contratar um contador sem referência. Isso é um traço cultural. Essa competição não seria vencida só com o marketing. Por isso pivotamos o modelo de franquias. Assim, quem vai fechar o contrato e sempre estar disponível para qualquer necessidade é alguém próximo”, destaca.

Outro ponto crítico do negócio é a proteção dos dados. Todos os dados utilizados pela plataforma são fornecidos pelo cliente e eles serão, de maneira oportuna, repassados para o governo.

“A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) é nossa norteadora, assim como a necessidade do sigilo fiscal. A nossa obrigação é repassar dados ao governo. O dado volta com camadas, se transformando em inteligência. Fugimos um pouco dos termos técnicos. Queremos que o nosso cliente ganhe uma oportunidade estratégica a partir da nossa entrega”, completa o CEO da Conta 4U.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

CONTEÚDO RELACIONADO

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!