Dia Internacional da Felicidade | Instituto lança obra de consulta diária

22 de março de 2022 às 0h28

img
Crédito: Freepik

Celebrado no último domingo (20), o Dia Internacional da Felicidade, criado pela Organização das Nações Unidas (ONU), com o objetivo de promover uma reflexão sobre a felicidade e a alegria entre os povos, evitando os conflitos e guerras sociais, étnicas ou qualquer outro tipo de comportamento que ponha em risco a paz e o bem-estar das sociedades, foi comemorado em Belo Horizonte. O evento, com programação presencial para convidados, debateu temas relacionados e celebrou a data com o tema “Você e a Paz”.

De acordo com o diretor-executivo do Instituto Movimento pela Felicidade (IMF), Benedito Nunes, o objetivo era promover uma reflexão sobre a paz.

“A proposta do evento em tempos tão difíceis é, justamente, que possamos parar e pensar sobre como podemos mudar o nosso comportamento e elevar as nossas vibrações de paz e felicidade para os que sofrem”, explica Nunes.

A origem do Dia da Felicidade remonta ao Butão, um pequeno país asiático onde foi desenvolvido o índice “Felicidade Nacional Bruta” (FIB). Desde 1972, o Butão adotou uma postura de “felicidade bruta e absoluta”, fazendo com que a felicidade seja prioridade acima do Produto Interno Bruto (PIB) do país, que se orgulha de possuir uma das populações “mais felizes do mundo”.

Nove domínios compõem o FIB: bem-estar psicológico, saúde, educação, uso do tempo, diversidade cultural e resiliência, bom governo, vitalidade da comunidade, diversidade ecológica e resiliência e padrões de vida.

Lançamento

Ainda durante o evento, que faz parte da Jornada Global pela Felicidade,  foi lançado o livro “Felicidade em Movimento”, produzido pelo Instituto em parceria com associados. Organizado por Nunes, a obra tem como objetivo ser um livro de reflexão a ser consultado diariamente.

“São textos autorais alusivos às forças e virtudes da psicologia positiva. São seis capítulos, cada um dedicado a uma virtude e em cada uma, um conjunto de forças, formando 30 textos. A abertura orienta a leitura da obra como um livro de reflexão que você abre em qualquer página e faz uma reflexão sobre ele”, destaca o diretor-executivo do IMF.

Quem tiver interesse pode procurar no site da Amazon a versão física ou eletrônica.

Na última sexta-feira (18) estreou no DIÁRIO DO COMÉRCIO a coluna quinzenal “Felicidade em Movimento”. O primeiro texto destacou como o conceito de felicidade atravessa a história e chega aos nossos tempos traduzindo uma necessidade humana de conforto físico, mental e espiritual. 

“A felicidade é fenômeno subjetivo, que faz parte de uma jornada, uma construção, que é preenchida com emoções positivas e emoções negativas.

Pesquisadores definem a felicidade como uma emoção básica caracterizada por um estado emocional positivo, com sentimentos de bem-estar e de prazer, associados à percepção de sucesso e à compreensão coerente e lúcida do mundo. A felicidade é um valor tão importante e precioso, que diversos estudiosos se debruçam para desvendar este sentimento”, pontua o texto.

Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

Siga-nos nas redes sociais

Comentários

    Receba novidades no seu e-mail

    Ao preencher e enviar o formulário, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Termos de Uso.

    Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

    Siga-nos nas redes sociais

    Fique por dentro!
    Cadastre-se e receba os nossos principais conteúdos por e-mail