Assinatura digital não é realidade entre as empresas
Crédito: Pixabay

A pandemia do novo coronavírus têm alterado de maneira permanente a forma de consumir e fazer negócios. Neste cenário, as empresas têm apostado em diferentes métodos para manter o consumidor ativo.

Plataformas digitais, mídias sociais, delivery e atendimentos personalizados garantem maior visibilidade à marca e interesse do seu público mesmo à distância.

Para a professora de Gestão de Marketing e Inteligência de Mercado do MBA do Centro Universitário Una, Rachel Patrocínio, com a loja física fechada, a hora é de investir fortemente no ambiente virtual. Mas, não basta oferecer o produto ou serviço. “É preciso vender valor, conceito, solução e não simplesmente um produto”, diz.

Um exemplo é a construtora AP Ponto, que desde 2018 tem apostado na tecnologia como principal ferramenta para trazer mais praticidade para o cliente e um crescimento sustentável para empresa. A transformação digital permitiu que a construtora aumentasse as vendas em 50% e diminuísse os distrato em cerca de 15%.

“Digitalizamos a maioria dos nossos processos pensando na jornada de compra do cliente. Hoje o consumidor pode realizar a compra de um apartamento do sofá de casa sem nenhuma complicação”, ressalta Pedro Lima, gerente de T.I da AP Ponto.

Foi assim que a auxiliar de locação, Amanda Lorena, 22, adquiriu seu apartamento mesmo com o isolamento social, medida de prevenção contra o novo coronavírus. Amanda conta que entrou em contato com a AP Ponto pelas redes sociais e logo foi atendida por uma vendedora que explicou cada etapa da compra de um apartamento com transparência e agilidade.

“Faz quatro anos que sonho em ter meu imóvel próprio e em meio a esse caos encontrei a facilidade que eu precisava. Realizei todo o procedimento de casa e agora só falta pegar as chaves!”, explica Amanda.

A especialista Rachel Patrocínio, professora de Gestão de Marketing e Inteligência de Mercado do MBA do Centro Universitário Una, lembra que as pessoas estão hiper conectadas e aponta o Instagram como uma das mídias com maior potencial de crescimento.

“O Instagram é muito mais do que uma vitrine para o negócio. É na verdade, uma via de mão dupla, o de marcas e pessoas, que constroem relacionamentos de longo prazo. Muito mais do que vender produtos ele possibilita que a marca seja humanizada nas relações com os seus consumidores”, explica.

A academia Cia Atlhetica, encontrou nas mídias sociais a oportunidade ideal para manter as aulas e auxiliar quem quer manter a rotina de treinos em casa durante o período de quarenta. As aulas são gratuitas e disponibilizadas no IGTV da academia @ciaathleticabh. Os treinos vão de aquecimento a exercícios funcionais para movimentar o corpo todo.

“É fundamental que todos continuem praticando exercícios, independente se são nossos alunos, pois além de contribuir para o melhor funcionamento do sistema imunológico também estamos diminuindo o estresse, que é essencial para o momento que estamos vivendo. Essas aulas reforçam o nosso cuidado com a saúde e bem estar de todos de uma maneira democrática e acessível”, explica Gustavo Fleming, gerente geral da Cia Athletica BH.