COTAÇÃO DE 26/11/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,5950

VENDA: R$5,5960

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,6300

VENDA: R$5,7570

EURO

COMPRA: R$6,3210

VENDA: R$6,3222

OURO NY

U$1.792,60

OURO BM&F (g)

R$322,88 (g)

BOVESPA

-3,39

POUPANÇA

0,4620%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Negócios

Hospital da Fundação São Francisco Xavier inicia operações em março de 2022

COMPARTILHE

As equipes de enfermagem e administrativa da instituição de saúde serão compostas por cerca de 800 profissionais | Crédito: Gláucia Rodrigues

A Fundação São Francisco Xavier (FSFX), braço social da Usiminas, anunciou, em dezembro de 2020, a compra do prédio onde funcionava a antiga sede da empresa, ocasião na qual apresentou também o projeto de transformação do espaço no primeiro hospital da região da Pampulha e que deve atender a capital mineira e região metropolitana.

Os investimentos iniciais de R$ 250 milhões já são estimados, hoje, em R$ 280 milhões, conforme atualização apontada pela  diretora administrativo-financeira da FSFX, Flávia Pereira Resende Braga. Com obras em pleno andamento, a Fundação estima que a inauguração do novo hospital será realizada em março de 2022

PUBLICIDADE

O planejamento da Entidade Beneficente de Assistência Social considera a abertura de 140 leitos no momento da inauguração, sendo 100 deles destinados à internação e 40 à Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Os leitos de UTI serão responsáveis por dar suporte às seis salas cirúrgicas do novo hospital e, entre elas, uma sala de cirurgia robótica. 

Geração de valor e emprego

De acordo com o diretor de hospitais da FSFX, Mauro Souza Lima, o corpo clínico, as equipes de enfermagem e administrativa da instituição de saúde serão compostos por cerca de 800 profissionais, sendo que o hospital fará atendimento a consultas de atenção primária, especialidade médica, além dos atendimentos de alta e média complexidade. 

Ainda de acordo com o diretor Mauro Souza Lima, a criação do Hospital em Belo Horizonte é fruto de estudos de longa data da Fundação e do desejo de replicar o modelo hospitalar e de saúde centrado no paciente que é praticado nos demais hospitais geridos pela entidade, principalmente no Vale do Aço. Hoje, a FSFX é responsável pelo Hospital Márcio Cunha (Ipatinga), Hospital Municipal Carlos Chagas (Itabira), Hospital de Cubatão, no Estado de São Paulo, e o Hospital e Maternidade Vital Brazil (Timóteo). 

“O nosso propósito é evitar que as pessoas adoeçam, a partir do ecossistema de atenção primária que criamos no Vale do Aço, inspirados nos modelos de Boston, e ao mesmo tempo  levar o melhor atendimento quando as pessoas precisarem. A nossa experiência mostra também que precisamos olhar com atenção para o idoso e, dessa forma, alcançar também o núcleo familiar para os cuidados primários”, afirma Mauro Souza Lima.

Os atendimentos do novo hospital 

O novo hospital da Fundação São Francisco Xavier, que nos próximos dias terá o nome divulgado, fará atendimentos particulares, pela Usisaúde, operadora de planos própria da entidade, além de pacientes oriundos de outros planos do mercado e do Sistema Único de Saúde (SUS). 

De acordo com o Relatório de Sustentabilidade da FSFX de 2020, a Usisaúde mantinha, no ano de referência, 168 mil vidas no plano em quatro estados brasileiros, o que a colocou como maior operadora filantrópica do País e maior operadora do Vale do Aço. Atualmente, de acordo com a entidade, o número já chega a 200 mil vidas em 6 estados.  

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!