Hotmart entre as 15 mais valiosas do mundo

17 de fevereiro de 2022 às 0h29

img
Atualmente, há criadores de mais de 100 países vendendo seus produtos pela Hotmart, empresa criada em Minas Gerais | Crédito: Divulgação/Hotmart

O status de unicórnio, dado a empresas com valor de mercado a partir de US$ 1 bilhão, é um sonho para muitas startups. Nascida em Minas Gerais, a Hotmart faz parte das mil companhias em todo o mundo que alcançaram esse patamar, sendo 15 brasileiras entre as mais valiosas, segundo o ranking do portal CB Insights

Segundo definições da empresa de dados e análise de negócios, CB Insights, há outras duas definições para as empresas unicórnios, expressão que representa a raridade dos empreendimentos. A expressão decacórnio é utilizada para o caso de empresas com valor de mercado de mais de US$ 10 bilhões, e as hectocórnios são aquelas avaliadas em  US$ 100 bilhões. 

Em todo o mundo, apenas duas empresas superam o valor de US$ 100 bilhões: ByteDance, empresa chinesa de tecnologia e dona do conhecido TikTok; e a SpaceX, estadunidense que tem como atividade principal a fabricação de transporte espacial. As empresas são avaliadas, respectivamente, em US$ 140 bilhões e US$ 100.3 bilhões, com liderança para aquela sediada em Pequim. 

Juntas, as 1.007 empresas que contam com o título de unicórnio já somam mais de US$ 3,336 bilhões em valor de mercado, ainda de acordo com a CB Insights. 

A mineira Hotmart 

A empresa Hotmart foi criada em Minas Gerais, ainda em 2011, com o objetivo de entregar a empreendedores ou pessoas que estavam iniciando pequenos negócios uma plataforma adequada para a comercialização de produtos digitais. De acordo com informações da companhia de tecnologia, naquela época esse mercado era quase inexistente, já que a internet não chegava à velocidade conhecida nos dias de hoje. 

Diante do cenário, os fundadores da Hotmart, João Pedro Resende, atual CEO, e Mateus Bicalho, o COO (diretor de operações), perceberam que os consumidores pagariam por um conteúdo de qualidade vendido pela internet. Além disso, como muitos negócios, o surgimento da Hotmart teve início na dor de João Pedro, que queria vender um ebook sobre anúncio on-line

A partir disso, nascia a plataforma da Hotmart, para suprir uma necessidade pessoal e que desde 2014 teve sua primeira expansão internacional, com a abertura de um escritório na Holanda, pelo qual hoje a empresa foi reconhecida em março de 2020 como unicórnio – a empresa mineira aparece na lista de unicórnios da Holanda, onde está a sua sede internacional. 

“Com a evolução dos clientes, e da tecnologia, a Hotmart criou novas ferramentas, como um sistema de pagamento global, que permite aos empreendedores criarem, gerenciarem e crescerem seus negócios em todo o mundo. Atualmente, há criadores de mais de 100 países vendendo seus produtos pela Hotmart, e temos mais de 30 milhões de usuários”, informou a empresa. 

Pontos-chave do sucesso

Ainda segundo a Hotmart, o foco no cliente é um dos caminhos para fazer a diferença em um mundo com tantas ideias. Em Belo Horizonte, a empresa investiu, ainda no início, em eventos e, ao longo da trajetória da companhia, em iniciativas virtuais de ensino sobre o marketing digital como forma de auxiliar os clientes e usuários da plataforma na jornada de vendas. 

A empresa também investe, constantemente, nas áreas de atendimento ao cliente, suporte técnico, com o intuito de tornar o uso da plataforma cada vez mais fácil e integrado e oferecer autonomia para os criadores de conteúdo de qualquer tamanho.

Vale ressaltar que o uso da plataforma pelos clientes é gratuito, sendo que o produtor daquele conteúdo comercializado na plataforma paga o percentual apenas sobre as vendas realizadas. 

Brasileiras mais bem avaliadas 

No Brasil, as 15 empresas consideradas unicórnios são: 

1 – QuintoAndar (US$ 5.1 bi)
2 – C6 Bank (US$ 5.05 bi)
3 – Creditas (US$ 4.8 bi)
4 – Nuvemshop (US$ 3.1 bi)
5 – Wildlife Studios (US$ 3 bi)
6 – Loft (US$ 2.9 bi)
7 – Cloud Walk (US$ 2.15 bi)
8 – Loggi (US$ 2 bi) 
9 – Olist (US$ 1.5 bi)
10 – Movile (US$ 1 bi)
11 – iFood (US$ 1 bi)
12 – Ebanx (US$ 1 bi)
13 – MadeiraMadeira (US$ 1 bi)
14 – Unico (US$ 1 bi)
15 – CargoX (US$ 1 bi)

Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

Siga-nos nas redes sociais

Comentários

    Receba novidades no seu e-mail

    Ao preencher e enviar o formulário, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Termos de Uso.

    Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

    Siga-nos nas redes sociais

    Fique por dentro!
    Cadastre-se e receba os nossos principais conteúdos por e-mail