Jogo apresenta BH e debate sobre diversidade

“A Gente Se Vê Por Aí” consiste em um game para computador do gênero visual novel, voltado para a narrativa

5 de dezembro de 2023 às 0h14

img
No jogo, personagens LGBTQIA+ se encontram e contam suas histórias em lugares como a Praça da Liberdade | Crédito: Adobe Stock

Quatro personagens LGBTQIA+ de Belo Horizonte se encontram em um bar e contam suas histórias diante de cenários conhecidos da Capital, como a Praça da Liberdade, a rua Sapucaí, o Parque Municipal, o Viaduto de Santa Teresa, a Praça da Savassi e o Edifício Maletta. Esse é o ambiente das cenas do projeto “A Gente Se Vê Por Aí”, que consiste em um game para computador do gênero visual novel, voltado para a narrativa, que acompanha a história de personagens através de diálogos.

O projeto foi realizado com recursos da Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Belo Horizonte, por meio do Edital BH nas Telas 2020 – Fundo Municipal de Cultura. Com o objetivo de apresentar cenários da capital mineira e seus personagens diversos da comunidade LGBTQIA+, o jogo pretende estimular o debate sobre a diversidade sexual, por meio do diálogo dos protagonistas e da interatividade com os jogadores.

O projeto, que tem a direção de Lu Christófaro e Milo Utsch, foi idealizado em 2020 e passou a ser executado no ano seguinte, quando foram contemplados no edital de incentivo à cultura. “O jogo permite que apresentemos as belezas da nossa cidade, que não costuma ser palco dos cenários de jogos, além de dar espaço e voz para as histórias dessas pessoas da comunidade LGBTQIA+ que precisam ser ouvidas e vistas”, destaca Lu Christófaro.

Para promover a diversidade na Capital

De acordo com a pesquisa “Diversidade, Equidade e Inclusão”, realizada pelo Sebrae Minas neste ano, entre as pessoas que afirmaram promover ações de diversidade em seus negócios, a maioria (66%) disse que investe em iniciativas voltadas para a igualdade racial, 45% afirmaram que estimulam ações a fim de promover a igualdade de gênero, 40% visando à inclusão de pessoas mais velhas, e 28% voltadas aos direitos LGBTQIAPN+.

Para promover a diversidade no projeto, foram convidados quatro roteiristas da comunidade LGBTQIA+ de Belo Horizonte, que não tinham experiência prévia com narrativa para jogos digitais. Eles participaram de oficinas sobre narrativas interativas, com alguns encontros para construir as histórias coletivamente.

“Cada um ficou responsável por construir sua própria história e tiveram liberdade total para escrever o que quisessem, com apenas dois critérios: os personagens precisavam fazer parte da comunidade LGBTQIA+ e as histórias teriam que se passar em Belo Horizonte”, explica Lu Christófaro.

O jogo narrativo segue o relato dos personagens Éris, Cristofer, Anderson e “a Garota”, que se encontram em um bar e contam suas histórias vivenciadas pela cidade. O jogador tem poder de decisão das ações que se apresentam, podendo definir as escolhas dos personagens.

O jogador poderá conhecer a história da “Garota”. Uma mulher lésbica, que mantém seu nome em segredo e trabalha com entregas por aplicativo. Ao receber um pacote misterioso, um problema se apresenta à personagem. A segunda história é a de Anderson, um homem cis gay, que encontra uma bolsa com alguns objetos misteriosos na rua. Ele percebe que os itens fazem referência a lugares diferentes do bairro Savassi, e, ao decidir investigar, descobre alguns segredos do seu namorado.

O jogo também apresenta Cristofer, um homem trans panssexual, que está atrasado para um compromisso e descobre que, por algum motivo, houve um erro em seu trajeto. E a quarta personagem é Éris, uma pessoa não binária, que marcou de se encontrar com um amigo na rua Sapucaí, que desaparece. Éris então decide procurá-lo.

Outras informações sobre o projeto podem ser acessadas na página oficial do “Agente Se Vê Por Aí”, no instagram.com/agntseveporai/.

Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

Siga-nos nas redes sociais

Comentários

    Receba novidades no seu e-mail

    Ao preencher e enviar o formulário, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Termos de Uso.

    Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

    Siga-nos nas redes sociais

    Fique por dentro!
    Cadastre-se e receba os nossos principais conteúdos por e-mail