Mesmo na pandemia, ItaúPower Shopping expande as operações

3 de junho de 2021 às 0h28

img
O Itaú investiu em um novo site, fortaleceu as redes sociais e implantou um marketplace | Crédito: Divulgação

Os constantes e longos períodos de fechamento do comércio nos últimos 14 meses fizeram com que muitos negócios se voltassem para dentro e redirecionassem os investimentos. Entre eles, o ItaúPower Shopping, localizado em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH).

Com 156 operações, entre lojas e quiosques, o mall acaba de receber quatro novas lojas: Vivara, Socila, Beco Acessórios e Botoclinic. De acordo com o superintendente do ItaúPower Shopping, Leonardo Andrade, as marcas foram selecionadas a dedo pensando na diversidade de serviços do shopping. Juntas, elas devem gerar cerca de 65 empregos diretos. O investimento foi de R$ 2 milhões.

“Entre fechamentos e reaberturas conseguimos trazer boas operações para o shopping, com marcas regionais e nacionais relevantes, sempre atentos ao mix. A composição precisa atender ao cliente em todas as suas necessidades em relação a produtos e serviços. Os shoppings se mostraram um modelo de negócios diante de tantas dificuldades e dúvidas nos últimos meses. O comportamento do consumidor mudou, mas o shopping continua sendo um espaço de entretenimento na nossa região”, explica Oliveira.

E para garantir esse atendimento completo, o centro de compras investiu em um novo site, fortaleceu as redes sociais e implantou um marketplace. Dentro do site o usuário pode se redirecionar para a Vitrine Virtual e comprar os produtos do mall, usando o computador ou o celular. O marketplace é uma plataforma simples e descomplicada, que possibilita ao lojista um novo canal de vendas.

“Temos a necessidade de estar on-line para falar com o nosso cliente. Não temos a pretensão de competir com os grandes marketplaces. A ideia é oferecer comodidade. Se o cliente está no cinema, por exemplo, ele pode já comprar o lanche e ele vai estar pronto quando acabar a sessão. Ou se está no caminho de casa, compra e pega o produto sem ter que andar pelo shopping”, pontua.

A expectativa é que novas operações sejam anunciadas nos próximos meses. A vacância no ItaúPower Shopping é, hoje, de 2,4%, contra a média nacional de 9,3%, divulgada pela Associação Brasileira dos Shopping Centers (Abrasce), em dezembro de 2020. Quanto a uma possível expansão, os planos são para um prazo de dois anos.

“Tem sido um desafio muito grande fazer a gestão de qualquer empreendimento ao longo da pandemia. Sobre o planejamento feito no final do ano passado, não conseguimos implementá-lo totalmente em virtude do fechamento. Tudo teve que ser revisto, inclusive a própria relação com os lojistas entendendo as dificuldades. Vamos adequando os custos para que ele se mantenha. É fundamental que a vacância continue baixa. Existe uma demanda reprimida. Acredito que se não tivermos mais fechamentos, teremos um bom segundo semestre, especialmente o último trimestre. Um novo fechamento pode ser um tiro de misericórdia nos pequenos negócios e um shopping depende muito das lojas satélites”, completa o superintendente do ItaúPower Shopping.

Leia também: Shopping Vale do Aço recebeu 18 lojas

Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

Siga-nos nas redes sociais

Comentários

    Receba novidades no seu e-mail

    Ao preencher e enviar o formulário, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Termos de Uso.

    Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

    Siga-nos nas redes sociais

    Fique por dentro!
    Cadastre-se e receba os nossos principais conteúdos por e-mail