Crédito: Shopping BH Estação

Há sete anos, o Vetor Norte de Belo Horizonte recebeu o seu primeiro empreendimento comercial de grande porte, o Shopping Estação BH, com a proposta de atender não apenas o público de Venda Nova e bairros vizinhos, mas também outras cidades próximas, oferecendo um mix diversificado para compras, lazer e entretenimento. Seguindo uma tendência de migração de investimentos para áreas menos adensadas dos grandes centros urbanos, o Shopping Estação BH nasceu com a promessa de contribuir com o desenvolvimento de uma região que já é o maior vetor de crescimento da cidade.

E pode-se dizer que essa promessa vem sendo cumprida com êxito. Em uma área de mais de 140 mil metros quadrados, são mais de 200 lojas que representam uma taxa de ocupação de 99% do empreendimento, gerando cerca de 2.000 empregos diretos e um fluxo diário de mais de 75 mil pessoas. “Lembro que antes do Estação BH, eu tinha que deslocar pelo menos 7 quilômetros para fazer compras no shopping mais próximo. Hoje tudo ficou mais fácil, até porque tem muitas opções de serviço como salão de beleza, bancos, lotérica, chaveiro, clínica médica e até costureira. Sem falar nas opções de lazer”, conta Melina Capila, de 24 anos, moradora da região.

Seguindo tendências de ‘shopping do futuro’, o Estação BH tem investido cada vez mais em experiência e lazer para seus consumidores. Daí o sucesso do Teatro Estação Cultural, inaugurado em 2017, que foi o primeiro teatro permanente dentro de um shopping center de Belo Horizonte, e já é considerado uma referência para a cena cultural da região. Passam por lá mais de 1.000 espec­tadores por mês, além de grandes artistas locais e nacionais. O shopping também se tornou Pet Friendly, mais uma tendência que reforça o posicionamento democrático de quem visa atender às necessidades dos diferentes tipos de consumidores.

“Especialmente nos últimos 2 anos tivemos uma grande evolução do empreendimento com a chegada de ope­rações transformacionais como o Supermercado EPA, a academia Smart Fit, a Universidade Uniasselvi, a Clínica Médica Confie, a D+ Casa e Presentes e o Teatro Estação Cultural. Tivemos ainda a expansão de operações regionais relevantes como a Drogaria Araujo e a Lojas Rede, além da entrada ou ampliação de marcas nacionais a exemplo da McDonald´s, Constance, Democrata, Zinzane, Planet Girls, Multicoisas, Vivo, Claro, Azul Viagens, Lupo, entre outras”, explica Miguel Magnavita, superintendente do Shopping Estação BH.

Para ele, a ampliação e qualificação do mix juntamente com os investimentos voltados para experiência, lazer e entretenimento, certamente contribuem positivamente para o propósito da Cia, de transformar os shoppings em destinos de felicidade e oportunidades.