Sigla ESG ganha destaque nas empresas; confira prévia da série Novo normal!

11 de março de 2021 às 15h01

img
Crédito: Divulgação

A era da responsabilidade parece ter encontrado o ambiente ideal para se instalar justamente em meio ao caos. Tendências como consumo e produção conscientes, já muito debatidas no campo acadêmico e ainda incipientes no mundo corporativo, parecem tão aceleradas como a digitalização impulsionada pela pandemia.

A sigla ESG (Environmental, Social and Corporate Governance), impulsionada por consumidores conscientes e investidores globais que querem diminuir o risco em seus negócios, começa a abandonar os relatórios produzidos por equipes de sustentabilidade e marketing para ocupar lugar de destaque no planejamento estratégico das empresas.

Para o Brasil, o prognóstico, apesar das dificuldades estruturais e políticas, é bom. Dados da consultoria KPMG mostram que, para os brasileiros, os aspectos ESG são mais relevantes do que em outros países como Itália, França e Estados Unidos, por exemplo. Ao mesmo tempo, em um estudo da Grant Thornton, mais de 90% dos empresários brasileiros afirmaram que as práticas ambientais, sociais e de governança podem melhorar a imagem da empresa no futuro.

Para especialistas, a pergunta que as empresas devem se fazer é: “E aí, o que mais você vai fazer?”.

Quer saber mais sobre o tema e ficar por dentro dessa nova era?

Confira mais um “capítulo” da série “Novo Normal” na edição impressa e on-line desta sexta-feira do DIÁRIO DO COMÉRCIO.

Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

Siga-nos nas redes sociais

Comentários

    Receba novidades no seu e-mail

    Ao preencher e enviar o formulário, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Termos de Uso.

    Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

    Siga-nos nas redes sociais

    Fique por dentro!
    Cadastre-se e receba os nossos principais conteúdos por e-mail