As lojas do Super Nosso apuraram alta de 14,5%, as lojas Momento Super Nosso de 9% e o e-commerce de 100% - Crédito: Divulgação

Após alguns anos com resultados frustrados nas vendas da Black Friday, data voltada para liquidações que teve sua origem nos Estados Unidos, o comércio varejista brasileiro está comemorando os números de 2019. Este é também o caso do Grupo Super Nosso, detentor das redes Super Nosso e Apoio Mineiro, cujas vendas superaram em cerca de 30% as da mesma época do ano passado.

De acordo com o diretor de logística do grupo, Edmilson Pereira, com descontos de até 70% em todas as unidades e também no e-commerce, o desempenho pode ser atribuído a uma combinação de fatores, como a própria retomada do consumo, a injeção de recursos na economia e a expertise da empresa nas promoções para a data.

“Aderimos à Black Friday logo no primeiro ano que a data chegou ao Brasil. Fomos a primeira rede de varejo a fazer promoções no fim de novembro e sempre de maneira honesta. Com isso, adquirimos conhecimento e experiência no que mais atrai o consumidor no segmento e neste período”, explicou.

Ainda segundo Pereira, a atual conjuntura econômica também deu fôlego aos resultados. “A melhora da economia reflete diretamente no consumo das famílias. E, com mais empregos gerados e inflação menor, as condições ficam ainda melhores. Além disso, há o fator de mais dinheiro circulando na economia, por conta da liberação de recursos do FGTS”, enumerou.

Para se ter uma ideia, as lojas do Apoio Mineiro registraram alta nas vendas de 41%, o Super Nosso de 14,5%, as lojas Momento Super Nosso de 9% e o e-commerce de 100%. “Neste último, dobramos as vendas. Muito pelo perfil do canal, já que o consumidor tem possibilidade de adquirir os produtos sem sair de casa e sem enfrentar as filas quilométricas, típicas da data”, completou.

Para promover os descontos de até 70%, o diretor destacou o trabalho do grupo tanto em negociação com os fornecedores quanto na diminuição das margens de lucro, em prol de ter mais pessoas de olho nas prateleiras. Os principais destaques na Black Friday deste ano, segundo ele, foram as ofertas nos setores de perecíveis, bebidas e mercearia.

Outro diferencial do grupo aconteceu também na parte da gestão, que permitiu com que clientes fidelizados recebessem as promoções com antecedência. “Esta é uma forma de valorizarmos o cliente que está conosco todos os dias”, ressaltou.

As expectativas do Grupo Super Nosso quanto ao desempenho neste mês também estão elevadas. Conforme Pereira, a empresa espera aumento entre 15% e 20% nas vendas de dezembro, que deverão ser incrementadas pelas festas de Natal e Ano Novo. Já para o encerramento do exercício, as perspectivas também seguem positivas, assim como para o ano que vem.

O grupo possui, ao todo, 50 lojas em Belo Horizonte e região metropolitana. Deste total, 21 pertencem à rede gourmet Super Nosso e 11 são as chamadas de proximidade, de bandeira Momento Super Nosso. Além disso, o grupo conta ainda com 18 unidades de atacado de autosserviço Apoio Mineiro e dois canais de vendas on-line – Super Nosso em Casa e o Apoio Entrega.

Juntas, estas empresas faturaram R$ 2,3 bilhões em 2018, aparecendo entre os 20 maiores do País, segundo o Ranking da Associação Brasileira de Supermercados (Abras). Em 2019, a meta é alcançar os R$ 2,6 bilhões.