Destaques da Semana

Confira as notícias mais importantes

20 de janeiro de 2024 às 5h01

img
Em 2024, demanda por produtos do setor industrial de MG deve continuar a ser influenciada pelo mercado de trabalho | Crédito: Divulgação

Geração de emprego impulsiona indústria

O crescimento acima das expectativas do mercado de trabalho em 2023 favoreceu os resultados positivos na indústria mineira. Com a taxa de desemprego no fim do terceiro trimestre do ano passado no menor nível desde 2014, o poder de compras das famílias aumentou, refletindo no maior consumo de bens industriais. A economista da Fiemg, Ellen Araújo aponta, de janeiro a novembro, quatro dos seis indicadores analisados pela entidade registraram avanços. O faturamento da indústria no Estado subiu 3,5%; o nível de emprego, 4,7%; a massa salarial real, 9,7%; e o rendimento médio real, 4,8%.

Instalação da fábrica que pretende revolucionar mercado energético brasileiro transformou-se em “novela” em Minas Gerais | Crédito: Divulgação/Bravo Motor Company

Bravo Motor pode desistir de instalar complexo em Nova Lima

Diante da concorrência acirrada com outros estados, Minas Gerais corre o risco de perder o projeto da Bravo Motor Company de instalar um complexo industrial para fabricar baterias de lítio, sistemas de armazenamento de energia e veículos elétricos para mobilidade pública. O CEO da empresa, Eduardo Javier Muñoz, afirma que a companhia vem recebendo ofertas interessantes e o futuro do empreendimento será definido até fevereiro. O investimento estimado para a planta é de R$ 25 bilhões, em cerca de sete anos, com uma geração de mais de 13 mil empregos diretos e indiretos

Passalio: meta é alcançar a atração de R$ 500 bi em aportes | Crédito: Divulgação/Sede

Cadeia do silício deverá ser fomentada em MG

Com meta de gerar 1 milhão de empregos e atrair R$ 500 bilhões de investimentos em 2024, o governo de Minas Gerais planeja fomentar a cadeia do silício, além de manter o estímulo para o Vale do Lítio, turismo e energia renovável. O secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passalio, afirma que, diante da gigantesca demanda global por silício, especialmente para a fabricação de placas fotovoltaicas, as ricas terras mineiras têm uma imensa capacidade de fornecer a matéria-prima estratégica.

Tags:
Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

Siga-nos nas redes sociais

Comentários

    Receba novidades no seu e-mail

    Ao preencher e enviar o formulário, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Termos de Uso.

    Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

    Siga-nos nas redes sociais

    Fique por dentro!
    Cadastre-se e receba os nossos principais conteúdos por e-mail