Zema se reúne com embaixador da França

Governador afirmou que solicitou um voo para a França partindo de Minas Gerais

18 de janeiro de 2024 às 21h12

img
Crédito: Gil Leonardi/Imprensa

O governador Romeu Zema recebeu, ontem, a visita do embaixador da França no Brasil, Emmanuel Lenain, no Palácio da Liberdade, para discutir temas relevantes no relacionamento entre o Governo de Minas e a França, principalmente desenvolvimento econômico, cultura e turismo, meio ambiente e educação.

“A relação de Minas com a França já é antiga. Temos diversas empresas francesas que investem no Estado e deixamos ficar claro para o embaixador a nossa disponibilidade de estreitarmos ainda mais esse relacionamento, trazendo mais investimentos franceses para Minas Gerais e também na parte cultural, no turismo”, ressaltou o governador. 

Zema explicou também os principais pontos debatidos no encontro, que contou com a presença de secretários de Estado, do cônsul-geral da França no Rio de Janeiro, Gérard Maréchal, do conselheiro econômico, François-Xavier Flamand e do adido de Cooperação e de Ação Cultural da Embaixada da França, Vincent Nédélec.

“Nós passaremos a ter uma escola bilíngue em Ouro Preto com francês, que é um avanço muito grande para prepararmos pessoas nessa língua quando nós tivermos aqui missões com turistas franceses. Solicitamos também um voo para a França partindo de Minas Gerais. Hoje, o mineiro que quer ir para a França precisa se dirigir geralmente a São Paulo ou ao Rio de Janeiro. E nós já temos praticamente acertados alguns investimentos franceses”, detalhou.

Os investimentos franceses em Minas Gerais abrangem diversas empresas e indústrias em municípios variados. Destacam-se, entre outras, a presença da Danone em Jacutinga e Poços de Caldas; Helibras em Itajubá; Itambé Alimentos em Pará de Minas e Sete Lagoas; Lactalis em Guanhães e Pouso Alto; e Vallourec do Brasil em Belo Horizonte, Jeceaba, Curvelo e Brumadinho.

Além dessas iniciativas, a partir de 2024, Minas receberá um curso de gastronomia gerenciado pela renomada Le Cordon Bleu, sediado no Centro Universitário de Belo Horizonte (Uni-BH). A parceria foi oficializada em 21/12, após uma reunião entre o CEO da escola, André Cointreau, e o governador.

“Nós iniciamos essa jornada tendo a França como o maior investidor em Minas Gerais no primeiro ano de governo. E de lá para cá, esses investimentos se tornaram realidade. Chega a hora de nós fazermos agora uma reinserção das oportunidades de Minas no território para os investidores franceses. Esse encontro de hoje foi um encontro muito representativo. O governador apontou algumas linhas, algumas diretrizes e as secretarias irão conduzir conforme a temática.

Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

Siga-nos nas redes sociais

Comentários

    Receba novidades no seu e-mail

    Ao preencher e enviar o formulário, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Termos de Uso.

    Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

    Siga-nos nas redes sociais

    Fique por dentro!
    Cadastre-se e receba os nossos principais conteúdos por e-mail