BH Shopping realiza oficina infantil de fantasias para o Carnaval

Veja a agenda cultural e as novidades destacadas por Variedades

3 de fevereiro de 2024 às 5h08

img
Crédito: Freepik

O BH Shopping preparou uma atividade especial e lúdica para a folia dos pequenos. Neste sábado (3) e domingo (4) e também entre os dias 9 e 13 de fevereiro, das 12h às 20h, o mall vai oferecer, no piso Belo Horizonte, uma oficina de fantasias para o Carnaval.

Durante a brincadeira, que tem duração de 40 minutos, a garotada vai aprender a confeccionar e decorar máscaras, coroas, saia de tule e capa, acessórios típicos da festa mais popular do Brasil. A participação é gratuita e exclusiva para crianças de 4 a dez anos.

É necessário apenas o agendamento no aplicativo Multi, cujo download está disponível em dispositivos IOS e Android. São permitidas 20 crianças por turma (troca de turma a cada 40 minutos). As crianças devem escolher entre saia de tule ou capa e coroa ou máscara.

Bloco Besourinhos no bairro Floresta

A mistura do rock dos Beatles com os tamborins e repiques do Carnaval está fazendo história na capital mineira. Com a proposta de unir música e diversão para toda a família, o Bloco Besourinhos se prepara para mais uma apresentação especial.

A homenagem ao Quarteto de Liverpool será no domingo (4), a partir das 10h, na Praça Comendador Negrão de Lima, no bairro Floresta. Os ensaios são abertos e gratuitos, acontecem todos os domingos de janeiro na mesma praça, em horário a confirmar.

Fundado no final de 2019, o Besourinhos nasceu de um grupo de amigos, fãs dos Beatles, que queriam um carnaval que pudesse levar as crianças, mas que os adultos também se divertissem. “A obra dos Beatles é contagiante e tem esse poder de unir as gerações. Com o Besourinhos, criamos um ambiente acolhedor para que os pais pudessem levar seus filhos, os avós levassem seus netos e curtissem o Carnaval em família”, disse Igor Oliveira, fundador do bloco e vocalista da banda. Seu filho Gabriel Oliveira, de 11 anos, acompanha a banda nos vocais desde a primeira apresentação.

“Amor de salto alto”

“Amor de salto alto” é o nome do espetáculo que será apresentado no Teatro do Centro Cultural Unimed-BH Minas, no sábado (3), às 20h, por meio da 49ª Campanha de Popularização do Teatro e da Dança. Sandra, personagem principal da trama, é a porta voz da mulher atual, representando seus medos, desejos, anseios, vontades e frustrações.

Como sobreviver em um mundo ditado por regras e valores pré-concebidos como belos? Uma mãe ditadora que impõe à filha regras de comportamento quase impossíveis para alcançar a felicidade. Uma filha submissa que segue os conselhos da matrona e não consegue desapegar de valores vazios. Será que o amor está no poder da imagem?

Sandra, personagem de Verônica Tannure, desabafa na janela do prédio e acaba atraindo o vizinho, Thiago Felipe, vivido por Gustavo Tannure. No espetáculo a personagem feminina terá a oportunidade de falar aos homens, de forma leve e bem-humorada, tudo aquilo que muitas mulheres gostariam de dizer.

Os homens terão a oportunidade de finalmente entender o que se passa na cabeça das mulheres. Os ingressos para o espetáculo têm preço único de R$ 25 e podem ser adquiridos nos postos do Sinparc. A classificação é 12 anos.

Cultura hispânica

Além de ensinar a língua espanhola, o Instituto Cervantes em Belo Horizonte se constitui como um espaço para difundir e promover a cultura hispânica. Seguindo esse objetivo, no sábado (3) e em 17 de fevereiro, de 11h às 12h30, o local (rua dos Inconfidentes, 600, Funcionários) abre suas portas para bate-papos abertos ao público sobre a história, a arte, a arquitetura e personalidades importantes do País. Os encontros serão precedidos por aulas demonstrativas de espanhol.

“Durante as manhãs de sábados, realizaremos as jornadas abertas com o intuito de retomar a atividade docente e cultural, primeiramente, ministrando aulas experimentais de espanhol como língua estrangeira, nível inicial. Logo em seguida, celebramos uma série de encontros culturais variados que incluem expoentes da cultura espanhola tão conhecidos como Francisco de Goya”, comenta Manuel Román, professor e coordenador acadêmico que ministra as atividades.

No sábado (3), o destaque é Rafael de León, um dos poetas que moldaram a copla, música popular espanhola. Letrista de algumas das mais famosas canções populares do século XX, como Tatuaje, Ojos Verdes e La Zarzamora, Rafael de León fez parte do trio Quintero, León y Quiroga, grande sucesso do País.

Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

Siga-nos nas redes sociais

Comentários

    Receba novidades no seu e-mail

    Ao preencher e enviar o formulário, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Termos de Uso.

    Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

    Siga-nos nas redes sociais

    Fique por dentro!
    Cadastre-se e receba os nossos principais conteúdos por e-mail