Bloco de Belô comemora 10 anos e promove ações de sustentabilidade e compensação ambiental

Veja a agenda cultural e as novidades destacadas por Variedades

7 de fevereiro de 2024 às 5h08

img
Crédito: Divulgação/Bloco de Belô

Todos os anos o Carnaval se transforma em um espetáculo vibrante de cores, alegria e ritmos. E nos últimos anos, o compromisso com o meio ambiente tornou-se uma peça fundamental para todos os fazedores da folia. E pensando nisso, para comemorar seus dez anos de sucesso nas ruas da capital mineira, o Bloco de Belô promoverá uma série de ações de sustentabilidade e compensação ambiental como plantio de mudas de árvores e distribuição de sementes. Uma estratégia vital para compensar a pegada de carbono e fortalecer a biodiversidade local.

Com patrocínio do DIÁRIO DO COMÉRCIO, o cortejo será realizado no próximo sábado (10), a partir das 15h, na avenida Afonso Pena, próximo ao Palácio das Artes. O Bloco de Belô sempre se preocupou em desenvolver ações e programas educativos antes e durante seu desfile.

“Procuramos conscientizar nossos foliões sobre a importância da reciclagem, além da redução e do desperdício de itens utilizados na ornamentação do trio elétrico e demais itens utilizados em um bloco de carnaval. Lonas viram bolsas para os próximos kits de abadás e também souvenirs como pochetes”, conta Rangel Fernandes, diretor do bloco.

Chame o Síndico

Com mais de dez anos de história, o bloco Chama o Síndico acontece mais uma vez na quarta-feira antes do Carnaval em Belo Horizonte, homenageando os dois ícones da música popular brasileira, Tim Maia e Jorge Ben Jor. Hoje, a partir de 18h, na avenida Afonso Pena, em frente ao Parque Municipal, o show no trio será acompanhado por um espetáculo de luzes.

O Chama o Síndico celebra os 50 anos de um dos álbuns mais reconhecidos de Jorge Ben Jor, em sexto lugar na lista dos 100 maiores discos da música brasileira pela Rolling Stone Brasil. Matheus Rocha, coidealizador do bloco, antecipa os destaques do cortejo de 2024: “O Chama o Síndico realiza seu 11º desfile e homenageia o disco A Tábua de Esmeralda, obra-prima e 11º álbum de estúdio do mestre Jorge Ben Jor.

O desfile terá três momentos, um apenas com bateria e metais, depois bateria e banda e por fim apenas a banda no trio, com algumas artistas convidas. O desfile terá muitas luzes, com lasers na avenida e distribuição de adereços para o público”, adianta.

Empreendedorismo cultural

O Movimenta Cultura, ação formativa itinerante na área de gestão cultural, promovida pelo Centro Cultural Tatajuba e patrocinada pelo Instituto Cultural Vale, via Lei de Incentivo à Cultura – Lei Rouanet, chega a Brumadinho. Em Minas Gerais, o projeto já passou por Caeté, São Gonçalo do Abaeté, Juatuba, Belo Vale e Mariana.

Em Brumadinho, será realizada a Oficina Gratuita Empreendedorismo Cultural, destinada a produtores, artistas locais, profissionais da produção cultural e demais interessados. O conteúdo apresenta aos participantes as habilidades e os conhecimentos essenciais para transformar o trabalho artístico e cultural em um empreendimento. os participantes são guiados por meio dos princípios fundamentais do empreendedorismo, economia criativa, comunicação e estratégias de negócios específicas para o campo das artes e da cultura.

Os interessados em participar devem preencher o formulário de inscrição até o dia 19 de fevereiro disponível neste link. As vagas são limitadas. As aulas acontecem de 26 de fevereiro a 1º de março, na Associação Comunitária de Aranha (Praça Santo Agostinho s/nº), das 18h30 às 22h.

Capacitação em libras

Para ampliar a capacidade de atendimento ao público com deficiência auditiva, o BH Shopping acaba de dar início a uma capacitação em libras, utilizada na comunicação de pessoas com essa condição no País. As aulas, com duração de quatro meses, são ofertadas para 15 profissionais do mall, que atuam em áreas onde há contato direto com os clientes, entre eles seguranças, equipe de estacionamento, marketing, SAC, qualidade e serviços gerais. Os encontros acontecem de duas a três vezes por semana em uma sala de treinamentos do próprio empreendimento.

As aulas são ministradas pelo intérprete de libras, Ronilson Lopes de Almeida, que atua na área há mais de 40 anos. “A nossa expectativa é que após o término da capacitação da turma atual, mais colaboradores também passem pela formação. Há a possibilidade de incluirmos lojistas, profissionais também essenciais no contato direto com o público”, revela.

Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

Siga-nos nas redes sociais

Comentários

    Receba novidades no seu e-mail

    Ao preencher e enviar o formulário, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Termos de Uso.

    Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

    Siga-nos nas redes sociais

    Fique por dentro!
    Cadastre-se e receba os nossos principais conteúdos por e-mail