“Cidade dos Sonhos” na “Sessão da Meia-Noite”

Estrelado por Naomi Watts, o longa traz drama e suspense; a programação é gratuita

26 de janeiro de 2024 às 5h07

img
Crédito: Divulgação/Cine Humberto Mauro

Criado em agosto de 2023, o projeto “Sessão da Meia-Noite” tem levado centenas de pessoas ao Cine Humberto Mauro, no Palácio das Artes. Uma vez por mês, é realizada a exibição de um filme em uma madrugada de sexta-feira para sábado. A iniciativa agradou ao público, e as sessões vêm sendo feitas com lotação máxima do espaço.

Para a primeira edição de 2024, que será realizada hoje, às 24h, o filme escolhido foi “Cidade dos Sonhos” (Mulholland Drive), do polêmico diretor David Lynch. No filme, uma jovem atriz (Naomi Watts) viaja para Hollywood e se vê emaranhada em uma intriga secreta com uma mulher (Laura Harring) que escapou por pouco de ser assassinada, e que agora se encontra com amnésia devido a um acidente de carro. Seu mundo se torna um pesadelo, algo surreal. A obra está incluída na mostra “O preço de Hollywood”, em cartaz até o dia 8 de fevereiro. Toda a programação é gratuita.

A curadoria da mostra selecionou obras em que a indústria cinematográfica americana fala sobre si mesma, em um recorte que celebra e reconhece os grandes filmes e as produções gigantescas, mas questiona as motivações e interesses envolvidos nos redutos de poder, as desigualdades estruturais e os meandros da indústria, problematizando a visão puramente idealizada que a própria Hollywood construiu a seu respeito. Diretores como Billy Wilder, Nicholas Ray, Robert Altman, John Waters, Spike Jonze, Peter Bogdanovich e Quentin Tarantino, além de David Lynch, vocalizaram as autocríticas da indústria em alguns dos principais filmes incluídos na programação. Obras de gêneros como a comédia e a fantasia também ganharam destaque, a partir dos trabalhos de Jerry Lewis, Woody Allen e outros realizadores que exploraram a utopia e a megalomania hollywoodianas.

Segundo o gerente de Cinema da Fundação Clóvis Salgado, Vitor Miranda, a “Sessão da Meia-Noite” busca exibir filmes provocadores e instigantes, obras que, por exemplo, marcaram movimentos de contracultura ou iluminaram cantos marginais do cinema. “Estamos falando de um filme lançado em 2001, mas que até hoje rende debates e múltiplas interpretações sobre o seu roteiro. O público certamente irá vivenciar uma experiência única assistindo ao filme em um cinema e nesta faixa de horário.

É um filme que combina muito com a experiência da madrugada”, afirmou.

Os ingressos para assistir à “Cidade dos Sonhos” são gratuitos e poderão ser retirados exclusivamente no site Eventim. A classificação indicativa é 16 anos.

Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

Siga-nos nas redes sociais

Comentários

    Receba novidades no seu e-mail

    Ao preencher e enviar o formulário, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Termos de Uso.

    Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

    Siga-nos nas redes sociais

    Fique por dentro!
    Cadastre-se e receba os nossos principais conteúdos por e-mail