Veja os destaques da agenda cultural desta quinta (23/11)!

23 de novembro de 2023 às 0h07

img
Crédito: Arquivo Pessoal

Leida Reis no Sempre Um Papo

O Sempre Um Papo recebe a escritora e editora Leida Reis, para falar sobre o seu livro “Mulheres Arco-Iris” (Literíssima) e sobre o mercado editorial. A conversa vai ser mediada pela jornalista Letícia Finamore, com transmissão no canal do YouTube do Sempre Um Papo. O encontro acontece hoje, às 19h. Leida Reis é autora de nove livros, sendo três romances, dois de contos, três para crianças e um de poemas. É jornalista, com 26 anos de atuação na imprensa mineira, fundadora da Páginas Editora, hoje renomeada de Literíssima, e do Clube do Livro Infantil Solidário. Atualmente, é diretora de Projetos da Câmara Mineira do Livro. Mineira de Patrocínio, vive em Belo Horizonte desde 1985, e escolheu para seus dois filhos (Gabriel e Clarice) o sobrenome de Poesia. Os romances de Leida Reis têm sempre um bom número de personagens, em histórias entrecortadas, oferecendo ao leitor a riqueza de cenários e o desafio de estabelecer conexões..

“Canção de Primavera”

O filme “Canção da Primavera” encerra a programação da mostra “Minas Gerais em 10 décadas: um século de cinema mineiro”. Produção assinada por Igino Bonfioli e Ségur Cyprien, que completa 100 anos em 2023, pode ser vista hoje, às 16h30, no Cine Santa Tereza, com entrada gratuita; público presente receberá o catálogo da mostra, contendo detalhes sobre os 21 longas-metragens exibidos Uma sincronia de datas em torno do número 23 marca o encerramento da mostra “Minas Gerais em dez décadas: um século de cinema mineiro”. “Canção da Primavera”, realizado em 1923, é considerado o primeiro registro de uma ficção de longa duração totalmente finalizada em Minas Gerais e produzida em Belo Horizonte. A produção marca o centenário da longeva e expressiva produção audiovisual associada a Minas Gerais, escolhida para ser celebrada na programação da mostra, com coordenação e curadoria do crítico de cinema Marcelo Miranda.

Concerto na Sala Minas Gerais

Hoje e amanhã, às 20h30, na Sala Minas Gerais, cinco dos músicos e musicistas principais da Filarmônica de Minas Gerais, Cássia Lima (flauta), Alexandre Barros (oboé), Marcus Julius Lander (clarinete), Adolfo Cabrerizo (fagote) e Clémence Boinot (harpa), se unem para apresentar uma obra singular do compositor Paul Hindemith para instrumentos da família das madeiras e harpa, no “Concerto para madeiras, harpa e orquestra”. Sob a batuta do maestro associado José Soares, a Filarmônica celebra os 150 anos de nascimento de Max Reger, com a obra “Suíte em estilo antigo, op. 93”, e o público terá a oportunidade de reviver a grandiosidade da “Segunda Sinfonia”, de Johannes Brahms. Os ingressos estão à venda no site www.filarmonica.art.br e na bilheteria da Sala Minas Gerais.

“Arte contemporânea”

A Feira Livre de Arte Contemporânea (Flac) vem desde 2017 promovendo a aproximação do público com o universo das artes visuais de Minas Gerais. Sua 3ª edição, que acontece a partir de hoje e até domingo (26) na Galeria Mama/Cadela (rua Pouso Alegre, 2.048, Santa Tereza) não vai ser diferente. Em formato inédito, a Flac promoverá uma exposição de artistas mineiros selecionados por meio de convocatória, além de promover ações educativas, como mini oficinas, visitas temáticas e rodas de conversas. Com o tema “Arte contemporânea e imediações”, a proposta para as ações educativas desta edição é construir diálogos transversais sobre o ofício do artista e os desdobramentos que desse lugar se originam. Experimentações e pensamento crítico acerca do cenário cultural atual, artista, obra, tempo, memória, territórios, identidade, diversidade, processo artístico e outros lugares possíveis para o artista, serão premissas para as visitas temáticas: mediação de bolsa, mini oficinas e rodas de conversa.

Paula Lima no Sonastério Ilumina

A cantora paulista Paula Lima desembarca em Minas Gerais para cantar em meio às montanhas. A apresentação faz parte do projeto Sonastério Ilumina e chega na plataforma de streaming EMCplay. O show invade a tela a partir de hoje, com a artista interpretando canções de Rita Lee, Emicida, Max de Castro e Bernardo Vilhena, entre outros compositores, além de um minidocumentário com entrevista e making-off. A cantora e compositora soma mais de 20 anos de carreira. Com sua voz potente, transita pelo soul, funk e samba. Jorge Ben Jor e Seu Jorge são alguns dos nomes da MPB com quem fez parcerias. Na trajetória, acumula prêmios importantes, como Multishow e a indicação ao Grammy Latino. O Sonastério Ilumina, realizado pela produtora Sonastério, é uma série audiovisual musical de alta qualidade em que o artista faz um show, com a energia do som ao vivo, mas dentro do estúdio cravado nas montanhas de Minas Gerais. Já participaram do projeto nomes como Zeca Baleiro, Pato Fu, Djonga, entre outros.

Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

Siga-nos nas redes sociais

Comentários

    Receba novidades no seu e-mail

    Ao preencher e enviar o formulário, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Termos de Uso.

    Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

    Siga-nos nas redes sociais

    Fique por dentro!
    Cadastre-se e receba os nossos principais conteúdos por e-mail