Completando 50 anos de mercado,VW Golf 2024 é lançado na Europa

Hatch da montadora alemã teve motorização híbrida aprimorada, mas não abandonou a gasolina e o diesel

26 de janeiro de 2024 às 5h10

img
Crédito: Divulgação/Volkswagen

O Golf celebra seu 50º aniversário em 2024 e a Volkswagen apresentou a versão reestilizada de seu carro mais vendido para celebrar a data.

Na Europa, os clientes poderão encomendar unidades da linha 2024 do hatch dentro de algumas semanas. A 8ª geração do modelo, lançada em 2019, passou por um facelift.

As mudanças visuais foram discretas e concentraram-se mais nos para-choques, tanto no dianteiro quanto no traseiro. E, pela primeira vez, a grade dianteira de um Golf recebe o logotipo iluminado da Volkswagen.

As alterações maiores ocorreram em termos de tecnologias. O Golf 2024 apresenta uma nova central multimídia de última geração, com conceito de operação mais intuitivo, que conta com uma tela de 20 polegadas.

O modelo manteve as opções por motores turbo a gasolina (1.5 TSI ou 2.0 TSI) e a diesel (2.0 TSI), mas não perdeu o foco na eletrificação.

Agora, as opções híbridas plug-in alcançam autonomia de, aproximadamente, 100 quilômetros apenas com motor elétrico, segundo a VW.

“O Golf tem sido o coração da marca Volkswagen por meio século, proporcionando mobilidade acessível para todos no mais alto nível tecnológico. Isto é exatamente o que estamos fazendo agora com o novo estágio de sua evolução, com eficiência, conforto e qualidade ainda mais altos e um novo conceito de operação. O Golf não poderia ser melhor do que isso”, comentou Thomas Schäfer, CEO da Volkswagen Passenger Cars.

“Com o Golf, escrevemos uma história de sucesso sem igual. O Golf simboliza a marca Volkswagen como nenhum outro modelo. Um carro para todas as gerações. Assim tem sido por 50 anos. Com o desenvolvimento contínuo do novo Golf, estamos acrescentando um novo capítulo a esta história de sucesso”, reforçou Imelda Labbé, membro do Conselho de Administração da Volkswagen, responsável por Vendas, Marketing e Pós-vendas.

Os Golf e a Golf Variant (perua) podem ser reconhecidos por suas dianteiras, onde itens visualmente marcantes incluem o logotipo da Volkswagen e as lanternas em LED com novo design.

Os faróis topo de linha IQ.LIGHT com função matrix de LED incorporam um facho principal exclusivo de alta performance com alcance de até 50 metros.

Os conjuntos de lanternas traseiras IQ.LIGHT 3D LED também receberam mudanças de design nas duas versões de carroceria.

Tecnologia embarcada e integração com ChatGPT

No interior, a nova série do modelo traz um sistema intuitivo de informação e entretenimento com nova interface e tela touch flutuante.

Ela possui controles touch iluminados na base, assim como a linha de veículos ID., para controle de temperatura e volume.

Também são novos o volante multifuncional aperfeiçoado e o novo assistente de voz IDA.

Crédito: Divulgação/Volkswagen

Utilizando linguagem natural, o IDA pode ser usado não apenas para controlar funções como o ar-condicionado, telefone ou o sistema de navegação, mas também para acessar informações on-line de todas as áreas imagináveis: da previsão do tempo a questões sobre conhecimentos gerais.

O Golf terá a bordo a última geração de sistema de informação e entretenimento no futuro. Ele integra o chatbot ChatGPT baseado em inteligência artificial ao assistente de voz IDA.

Exibido no início de janeiro no Consumer Electronics Show (CES), em Las Vegas (EUA), o sistema pode acessar ininterruptamente a base de dados em contínuo crescimento da inteligência artificial.

Os ocupantes podem interagir com o carro utilizando linguagem natural e ouvir os resultados da pesquisa enquanto viajam.

Sistemas de Assistência

Manobrar o Golf ficou mais fácil graças a novos sistemas de assistência como a função Park Assist Plus aperfeiçoada.

Ao passar por uma vaga para estacionar, ela pode detectar se o espaço (paralelo ou transversal) é suficientemente grande e começar o procedimento para estacionar conforme a situação.

Crédito: Divulgação/Volkswagen

O sistema assume o volante, assim como o comando do acelerador e do freio. Tudo que o motorista precisa fazer é monitorar o processo de estacionamento.

Além disso, pela primeira vez o sistema Park Assist Pro estará disponível para o Golf, permitindo que o motorista manobre o veículo para dentro ou fora da vaga usando seu smartphone.

O carro pode ser retirado da vaga de estacionamento remotamente se o espaço for muito apertado, por exemplo.

Outro item novo é o sistema Area View, em que um panorama de 360 graus é criado pela união das imagens de quatro câmeras instaladas ao redor do carro.

Isso facilita a visão do meio-fio e das marcações de vagas de estacionamento.

Motorizações

As novas opções de conjunto híbrido plug-in do Golf proporcionam maior potência e uma autonomia elétrica de aproximadamente 100 quilômetros e, como opcional, podem ser equipadas com carregamento rápido de corrente contínua (CC).

Serão nove opções diferentes de configuração: híbrido leve (eTSI), híbrido plug-in (eHybrid e GTE), turbo a gasolina (TSI) e turbo diesel (TDI). Todas elas disponíveis já no lançamento.

Para os apimentados, o Golf GTI ficou ainda mais esportivo, com mais potência em relação ao seu antecessor. Outros derivados do Golf serão apresentados ao longo de 2024, de acordo com a VW.

Mais de 37 milhões de unidades do modelo foram comercializadas no mundo; 406 mil delas no Brasil

O primeiro Golf produzido em série foi feito na fábrica da Volkswagen em Wolfsburg (Alemanha), no final de março de 1974, com lançamento oficial em maio.

Antes disso, o Fusca e a combinação de motor e tração traseiros haviam caracterizado a marca Volkswagen por várias décadas.

No início da década de 1970, o primeiro Golf (assim como o Passat, o Scirocco e o Polo) marcou o início de uma nova era, a do motor e tração dianteiros.

O moderno e seguro conceito de conjunto, a grande flexibilidade obtida com uma tampa de porta-malas, o encosto do banco traseiro rebatível e o novo design foram tão convincentes que o milionésimo Golf saiu da linha de montagem já em outubro de 1976.

Crédito: Divulgação/Volkswagen

Mas isso foi apenas o começo: nas sete gerações que se seguiram, foi sempre o Golf que tornou a mobilidade com o mais alto padrão de tecnologia acessível para todos.

Ele chegou com tecnologias como o conversor catalítico controlado e sistemas de propulsão eficientes, além de oferecer itens de segurança como o sistema de freios ABS, os airbags e o primeiro produto com tração integral permanente na linha VW.

O segredo por trás do sucesso do Golf também vem do fato de os designers transferirem o DNA da primeira geração para todos os seus sucessores, cultivando assim o clássico design do modelo.

Conforto, qualidade e sistemas de assistência inovadores ganharam importância a cada geração e continuam a estabelecer padrões no dia de hoje.

O modelo recebeu incontáveis prêmios e venceu inúmeros testes comparativos na Alemanha e no exterior.

Várias versões derivadas, como o Variant, Cabriolet e Sportsvan vieram na sequência; o totalmente elétrico e-Golf e os modelos esportivos com as designações GTI, GTD, GTE e o topo de linha Golf R criaram seus espaços rapidamente.

O Golf foi um dos primeiros carros de seu segmento a oferecer condução assistida, através do Travel Assist. Outra inovação do Golf foi a estreia da tecnologia Car2X, que pode alertar com antecedência sobre possíveis perigos.

Até hoje, mais de 37 milhões de Golf foram vendidos, ao longo de oito gerações. No Brasil, desde que desembarcou em 1994 em sua terceira geração, já foram vendidas mais de 406 mil unidades do hatch, informou a Volkswagen.

O Golf é um sólido pilar para a marca Volkswagen e será sempre capaz de se adaptar como um puxador de inovação.

Com o novo estágio de evolução, a marca está mostrando exatamente isso, através de maior eficiência, conforto e qualidade e um sistema operacional inteligente.

A Volkswagen não informou se o novo Golf será lançado no Brasil. Mas a chegada de modelos esportivos premium, como o Toyota GR Corolla LaunchEdition, está fazendo com que os executivos da montadora alemã considerem a eventual importação do Golf R, versão mais apimentada (e mais cara) do hatch.

A importação de outras versões do hatch também está na pauta da cúpula da montadora alemã aqui no Brasil.

Tags:
Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

Siga-nos nas redes sociais

Comentários

    Receba novidades no seu e-mail

    Ao preencher e enviar o formulário, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Termos de Uso.

    Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

    Siga-nos nas redes sociais

    Fique por dentro!
    Cadastre-se e receba os nossos principais conteúdos por e-mail