Festival Botecar movimenta a gastronomia em Belo Horizonte

Público participará da votação para escolher o prato vencedor entre os 37 botecos participantes

25 de outubro de 2023 às 15h25

img
Prato do The Brothers - Santê 123, uma dos bares concorrentes nesta edição | Crédito: Pádua de Carvalho

Faltando menos de sete dias para o Botecar, os bares de Belo Horizonte já estão a postos para receber a 7ª edição do evento. O Festival – que acontece do dia 31 de outubro a 30 de novembro com 37 botecos participantes – irá movimentar tanto a gastronomia quanto o turismo da capital mineira.

E engana-se quem pensa que os preparativos estão apenas na cozinha. Os comerciantes estão se dedicando ao máximo para garantir aos clientes uma excelente experiência em todos os aspectos. Isso porque o público também participa da escolha do prato vencedor do concurso, mas não avalia apenas o paladar. 

O organizador do festival, Antônio Lúcio Martins, revela que os botecos foram incentivados a usar a criatividade e a decoração nos pratos, para ganharem a identidade do Botecar.  “Vamos pesquisar a nossa história, nossas festas religiosas, a evolução da nossa gastronomia, partindo da famosa cozinha dos tropeiros, passando pela cozinha das fazendas, pelas influências dos nossos imigrantes, chegando aos tempos atuais com a moderna cozinha mineira”. O tema deverá ser apresentado por meio dos pratos criados para o Festival.

Essa é a primeira edição do Botecar após o lockdown da pandemia, então, o acontecimento também está sendo considerado como uma celebração. O Festival tem o patrocínio da Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Belotur.

Botecar é para todos

Cada boteco recebeu a missão de elaborar seu tira-gosto com o tema mineiridade. O intuito do tema é valorizar a culinária e a identidade do boteco tradicional, tão comum em Belo Horizonte, conhecida como a Capital dos botecos. 

“Pretendemos trazer de volta aquele ambiente familiar encontrado nas mesas dos botecos de Belo Horizonte. Esperamos um público ávido pelo retorno às ruas. Vamos encher os bares participantes de pessoas prontas para comemorar nossa hospitalidade e nossa mineiridade no cardápio mais que acolhedor”, ressalta Martins.

Ao consumir os pratos do Festival, que tiveram o orçamento recomendado para os clientes entre R$30 a R$40, o público poderá eleger o melhor boteco. Os critérios para serem analisados são: sabor do tira-gosto, temperatura da bebida, ambiente e atendimento. 

O voto será registrado por meio de um QR code, disponibilizado nos botecos, e direcionado para a plataforma digital de votação. A nota do público representará 50% do total de votos, na apuração final. A outra metade da avaliação será feita por um júri especializado. 

Apesar de contar com votos do público, a divulgação do resultado acontecerá em uma cerimônia de premiação exclusiva.

*Estagiária sob supervisão da edição

Icone whatsapp

O Diário do Comércio está no WhatsApp.
Clique aqui e receba os principais conteúdos!

Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

Siga-nos nas redes sociais

Comentários

    Receba novidades no seu e-mail

    Ao preencher e enviar o formulário, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Termos de Uso.

    Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

    Siga-nos nas redes sociais

    Fique por dentro!
    Cadastre-se e receba os nossos principais conteúdos por e-mail