COTAÇÃO DE 24/09/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,3430

VENDA: R$5,3440

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,3800

VENDA: R$5,5030

EURO

COMPRA: R$6,2581

VENDA: R$6,2594

OURO NY

U$1.750,87

OURO BM&F (g)

R$301,00 (g)

BOVESPA

-0,69

POUPANÇA

0,3012%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Legislação

Minas oferece mais facilidade para transferência de imóveis

COMPARTILHE

A transferência de propriedades é mais rápida em Minas Gerais do que nos demais estados do País | CRÉDITO: ALISSON J. SILVA/Arquivo DC

A facilidade para se transferir uma propriedade em Minas Gerais foi um dos destaques do relatório “Doing Business Subnacional Brasil”, produzido pelo Banco Mundial (Bird), e divulgado no início deste mês. O documento, que analisa a facilidade de se fazer negócios nas economias de todo o mundo, apontou a velocidade e a baixa quantidade de procedimentos no Estado como destaques em relação à média do País.

Segundo o relatório, no nível subnacional, a transferência de propriedades é mais rápida em Minas Gerais do que em 21 estados brasileiros, sendo necessários 27,5 dias para o levantamento de documentos, lavratura da escritura pública e para o registro imobiliário, o sexto melhor tempo do Brasil, superior à média nacional, que é de 38,6 dias. O procedimento é ainda bem mais rápido que os 64,8 dias que o procedimento leva nos demais países da América Latina e do Caribe.

PUBLICIDADE

No quesito procedimento, que são as etapas necessárias para se efetivar a transferência imobiliária, Minas Gerais encontra-se na terceira colocação, com 14 etapas necessárias à conclusão do processo, arás apenas de São Paulo e Rio de Janeiro, com 8 e 11 respectivamente. O número também é menor que a média brasileira, que hoje encontra-se com 15,4 procedimentos.

Custos menores – No quesito custos, os valores pagos pela transferência imobiliária em Minas Gerais são menores que os verificados nos demais países da América Latina e Caribe (5,5%), assim como nos países que compõem a OCDE de economias de alta renda (4,2%) e dos chamados BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), onde o custo no processo de registro de propriedades equivale a 4,7% do valor do imóvel.

“O relatório Doing Business Subnacional Brasil é de extrema relevância na hora da tomada de decisão de investimentos em países em desenvolvimento e ter a real dimensão da qualidade da segurança jurídica dos registros de propriedade em Minas Gerais e a eficiência do sistema é vital até para que se definam investimentos no Estado”, explica o presidente da Associação de Notários e Registradores de Minas Gerais (Anoreg/MG), Ari Álvares Pires Neto.

Minas Gerais também obteve pontuação relativamente alta no índice de qualidade da administração fundiária – 15 pontos, juntamente com Distrito Federal, atrás apenas de Rio de Janeiro, São Paulo, Goiás, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul, Amazonas, Paraná e Espírito Santo e superior à média do Brasil (13,9) e dos países da América Latina e do Caribe (12,1), o que demonstra a eficiência do atual sistema de registro imobiliário no Estado.

O estudo conduzido pelo Banco Mundial avalia ainda a qualidade do sistema imobiliário por meio de cinco dimensões principais: qualidade da infraestrutura, transparência das informações, cobertura geográfica, resolução de disputas fundiárias e igualdade dos direitos de propriedade. O somatório resulta na pontuação total do índice de qualidade da administração fundiária. Os processos envolvem o tempo para obtenção de documentos, lavratura de escritura e registro do ato. Esta é a primeira vez que o estudo é conduzido de forma exclusiva nos 26 estados brasileiros e no Distrito Federal.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!