Obrigada, um ano de coluna e de trocas positivas com vocês

23 de janeiro de 2024 às 5h10

No próximo dia 24, a nossa coluna completará um ano de existência e gostaria de relembrar os melhores momentos, trocas e frutos a partir deste espaço. 

Agradeço imensamente a toda equipe do DIÁRIO DO COMÉRCIO e a você, leitor, leitora que nos ajuda a plantar essa semente tão importante para o mundo dos negócios.

Neste período de um ano, pude colher imediatamente os frutos do compartilhar, verbo que mais me motiva a estar neste espaço.

A magia deste verbo, compartilhar, está nas mensagens de feedback e carinho que chegam dos locais mais inesperados e de pessoas que talvez nunca conheceríamos.

Vou sugerir aqui a releitura das matérias mais comentadas e que recebi mais feedbacks, parabéns e mensagens de gratidão.

A espiritualidade na área de suprimentos

Escrever essa coluna me deu muita satisfação. Primeiro que conseguimos falar da ciência da felicidade e da espiritualidade fora da linguagem de workshops e treinamentos. E como é difícil trazer para o dia a dia… Mas tenho certeza que depois de ler essa matéria, você vai entender que sim, espiritualidade é para os negócios. Aliás, é principalmente para os negócios.

Como medir a felicidade?

Muitas pessoas da área de negócios comentaram sobre esta coluna por se tratar de um viés prático e técnico. Acredito que após esta matéria, nossa querida ciência da felicidade começou a ganhar mais respeito entre os leigos.

Como vender a ciência da felicidade

Não é à toa que este jornal é de economia e negócios. Como diria um amigo, sócio de uma empresa de consultoria: Não existe propósito sem cliente. Vender a ideia é fundamental.

A espiritualidade na carreira

Essa traz a consciência da jornada de trabalho e o quanto ela é importante para a nossa vida espiritual e qualidade de vida. Estar num ambiente de trabalho que proporcione paz de ter uma rotina minimamente tranquila, é fundamental. Essa jornada também pode ser a maternidade.

O sono e a felicidade

Essa é também uma das minhas preferidas. Recebi feedbacks de todos os lados e ela traz uma consciência muito importante: falar do básico.

Deixo aqui o meu simples obrigada e agradeço o espaço de fala. Que tenhamos cada vez mais coragem de falar de temas considerados sensíveis, mas que nos libertam para um caminho mais leve, feliz e genuíno.

* Diretora-executiva do Instituto Gaki, organização especializada em consultoria e treinamentos com foco em Educação Corporativa, Serviços de Gestão, RH e Projetos de Impacto ESG. É também podcaster do Propósito na Prática, palestrante, trainer, professora e consultora organizacional.

Conteúdos publicados no espaço Opinião não refletem necessariamente o pensamento e linha editorial do Jornal DIÁRIO DO COMÉRCIO, sendo de total responsabilidade dos/das autores/as as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.
Tags:
Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

Siga-nos nas redes sociais

Comentários

    Receba novidades no seu e-mail

    Ao preencher e enviar o formulário, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Termos de Uso.

    Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

    Siga-nos nas redes sociais

    Fique por dentro!
    Cadastre-se e receba os nossos principais conteúdos por e-mail