Lula anuncia investimentos de R$ 121 bilhões para Minas Gerais

Investimentos serão aplicado em obras e construção de estradas e rodovias, programas para mitigar a seca no Norte do Estado, readequação do Anel Rodoviário de BH, dentre outros

8 de fevereiro de 2024 às 11h42

img
Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, em Belo Horizonte, durante a cerimônia de anúncio de pacote de investimentos para Minas Gerais | Crédito: Ricardo Stuckert / PR

Em sua visita a Belo Horizonte nesta quinta-feira (8), o presidente Lula e alguns de seus ministros apresentaram e detalharam os investimentos que o Governo Federal vai aplicar em Minas Gerais nos próximos anos. Ao todo, serão R$ 121 bilhões a serem distribuídos em diversas áreas e regiões, incluindo obras e construção de estradas e rodovias, programas de abastecimento de água para mitigar a seca no Vale do Jequitinhonha e Mucuri e região Norte do Estado, readequação do Anel Rodoviário de BH, dentre outros.

O pacote integra o chamado Novo PAC, programa de investimentos do Governo Federal que inclui parceria com o setor privado, estados, municípios e movimentos sociais. Ao todo, o programa vai investir R$ 1,7 trilhão em todos os estados brasileiros, sendo R$ 1,4 trilhão até 2026, e R$ 320,5 bilhões após 2026.

Lula lembrou que as obras e regiões onde serão destinados os investimentos do Governo Federal foram apontadas pelos próprios governadores.

“Essa proposta de obras públicas começou a ser construída com a primeira convocação que eu fiz em janeiro de 2023, em uma reunião com todos os governadores do Brasil, para eles dizerem ao Governo Federal quais eram as obras prioritárias para cada estado. Então o que vamos apresentar aqui tem o dedo dos governadores, prefeitos, parlamentares”.

Fuad Noman, Romeu Zema, Lula e Rodrigo Pacheco durante primeira visita do presidente a Minas, com anúncio de pacote de investimentos ao Estado | Crédito: Leonardo Morais / Diário do Comércio
Fuad Noman, Romeu Zema, Lula e Rodrigo Pacheco durante primeira visita do presidente a Minas, com anúncio de pacote de investimentos ao Estado | Crédito: Leonardo Morais / Diário do Comércio

O valor investido não será aplicado somente em novas obras, mas também para dar continuidade a projetos que estavam paralisados.

“Não temos o hábito de dar continuidade às obras de um governo para o outro porque todo governo quer deixar a sua marca, mas gostaria de lembrar que a gente mede a qualidade das obras de um Estado pelo conjunto todo. Então, este anúncio faz parte de uma política pública civilizatória. Queremos que essas obras sejam resultados nas necessidades de cada cidade, de cada estado”, completou o presidente.

Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

Siga-nos nas redes sociais

Comentários

    Receba novidades no seu e-mail

    Ao preencher e enviar o formulário, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Termos de Uso.

    Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

    Siga-nos nas redes sociais

    Fique por dentro!
    Cadastre-se e receba os nossos principais conteúdos por e-mail