COTAÇÃO DE 26/10/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,6270

VENDA: R$5,6270

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,6730

VENDA: R$5,8030

EURO

COMPRA: R$6,6420

VENDA: R$6,6450

OURO NY

U$1.792,47

OURO BM&F (g)

R$327,87 (g)

BOVESPA

-1,34

POUPANÇA

0,3575%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Economia zCapa

A Geradora vai ampliar atuação da filial de Contagem

COMPARTILHE

A empresa, que atua no segmento de locação de geradores de energia, investirá um total de R$ 150 milhões nas 15 filiais | Crédito: A Geradora/Divulgação

A tendência de retomada industrial e dos investimentos em infraestrutura no País está estimulando os aportes da empresa A Geradora, com sede em Salvador, na Bahia. Até 2023, os investimentos chegarão a R$ 150 milhões. Deste valor total, em torno de R$ 80 milhões serão destinados à unidade mineira, que está instalada em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). O investimento mais robusto no Estado se deve a boa perspectiva de negócios, já que os setores de mineração e infraestrutura são fortes em Minas. A empresa possui 15 filiais no Brasil.

A Geradora atua na locação de geradores de energia elétrica. Os principais consumidores dos serviços são os segmentos de infraestrutura, construção civil, indústria, eventos, óleo e gás, mineração, agronegócio, usinas termelétricas e comércio e serviços.

PUBLICIDADE

De acordo com o diretor comercial e de marketing da A Geradora, Candido Terceiro, com o objetivo de atender à demanda, que tende a ser maior, a empresa está investindo na compra de equipamentos e na ampliação do quadro de colaboradores.

“Grande parte do nosso plano de investimentos é para renovar os equipamentos que atendem às empresas em Minas Gerais, principalmente, do setor de mineração. É um setor que vem crescendo muito no Estado, assim como o de infraestrutura. Quando há investimentos em grandes obras de infraestrutura, todo o País volta a crescer e movimenta uma série de outros segmentos. Por isso, estamos investindo e vamos destinar cerca de R$ 80 milhões para atender à demanda gerada em Minas”.

Somente neste ano, a empresa já investiu R$ 25 milhões na aquisição de novos equipamentos para ampliar o parque, que, atualmente, inclui cerca de 5 mil máquinas para locação. O montante faz parte de um plano de investimentos de R$ 150 milhões até 2023.

“Em Minas Gerais, estamos comprando equipamentos, acessórios e também investimos na melhoria da nossa estrutura. Mudamos a filial para um espaço maior, para termos maior capacidade de atendimento”, explicou.

Colaboradores – Mesmo com a pandemia, em 2020, a A Geradora ampliou o quadro de funcionários em 10% nas 15 filiais que mantém em 13 estados brasileiros e se prepara para atender à demanda crescente de setores que têm retomado os negócios, como infraestrutura, mineração e indústria.

Em relação ao faturamento, a empresa deve alcançar a cifra de R$ 160 milhões neste ano, 5% a mais que em 2019. “Depois de sete anos enfrentando um cenário de retração econômica, sobretudo no setor de infraestrutura com a paralisação de grandes obras, voltamos a investir e estamos com excelentes expectativas de crescimento para este e para os próximos anos”, acrescentou Candido Terceiro. A empresa também realizou investimentos no setor de TI próprio, com a aquisição de equipamentos de informática, e aumentou os recursos para marketing digital.

Retração na carga de eletricidade

São Paulo – A Braskem comunicou ontem que foi avisada pela sua controlada no México sobre notificação da agência do governo mexicano Cenagas sobre interrupção do serviço de transporte de gás natural, de forma unilateral.

Destacando que se trata de insumo energético essencial para produção de polietileno no Complexo Petroquímico do México e respeitando protocolos de segurança, a petroquímica disse que a Braskem Idesa iniciou os procedimentos para a interrupção imediata das atividades operacionais.

Tal suspensão, segundo a Braskem, “poderá impactar materialmente os resultados operacionais ou financeiros da companhia, a depender do prazo de paralisação”.

A empresa disse que a Braskem Idesa adotará as medidas legais aplicáveis na busca da preservação dos seus direitos e de uma solução para a questão e não pode estimar, neste momento, a data para o retorno de suas atividades.

Em entrevista a jornalistas ontem, o presidente do México, Andrés López Obrador, confirmou que não vai renovar um contrato de fornecimento de gás natural para a central petroquímica erguida pela Braskem no país, depois que a companhia afirmou que foi notificada sobre uma interrupção no fornecimento. “O contrato chegou ao fim e não será renovado”, disse.  (Reuters)

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!