Belo Horizonte tem a maior alta na taxa de condomínio do Sudeste

Ao mesmo tempo, preço médio praticado na capital mineira é o menor entre as capitais da região

9 de fevereiro de 2024 às 17h32

img
O preço médio do condomínio subiu de R$ 4,52/m², em janeiro de 2023, para R$ 4,86/m² em janeiro deste ano | Crédito: Shutterstock

O preço médio da taxa de condomínio em Belo Horizonte subiu 6,8% em janeiro deste ano na comparação com o mesmo mês de 2023. De acordo com o levantamento realizado pela startup imobiliária Loft, trata-se da variação mais elevada entre as principais capitais da região Sudeste do Brasil.

No entanto, o valor praticado na capital mineira foi o mais baixo da região, custando R$ 4,86 por metro quadrado (m²). No caso de São Paulo, o preço do condomínio subiu 3,9%, fechando em R$ 11,71/m²; enquanto no Rio de Janeiro, houve uma variação positiva de 5%, com valor médio de R$ 11,36/m².

O gerente de dados da Loft, Fábio Takahashi, lembra que os imóveis de Belo Horizonte vêm valorizando fortemente desde meados do ano passado e isso tende a puxar a taxa de condomínio, que acompanha a valorização dos prédios.

“E considerando os preços de outras capitais, como São Paulo e Rio, parece haver espaço para mais valorização em Belo Horizonte, dado que os valores médios na capital mineira ainda são razoavelmente mais baixos”, completa.

Ele ainda aponta que 17 bairros da Capital registraram alta de dois dígitos na cobrança da taxa, com destaque para o Santa Tereza, na região Leste de Belo Horizonte, que avançou 23% em 12 meses. Para o especialista da Loft, essa forte subida de preço acabou contribuindo para a elevação do valor médio do condomínio na cidade.

Bairros de Belo Horizonte com maiores variações no preço do condomínio

  • Santa Tereza – 23%
  • Diamantina – 21%
  • Planalto e Boa Viagem – 20%
  • Estoril – 19%
  • Santa Terezinha – 17%
  • Vila Paris e Marajó – 16%
  • Dona Clara e Carmo – 15%
  • Santa Branca e Heliópolis – 12%
  • Santa Lúcia e Cidade Nova – 11%
  • Palmares, São Pedro e Savassi – 10%

Já entre as regiões mais caras da capital mineira, o grande destaque é o Belvedere, na região Centro-Sul de Belo Horizonte, com valor médio do condomínio de R$ 13,36/m². O bairro é o único do município com taxa acima de R$ 10,00/m².

Bairros com os condomínios mais caros de Belo Horizonte:

  • Belvedere – R$ 13,36/m²
  • Lourdes – R$ 9,20/m²
  • Santo Antônio – R$ 9,11/m²
  • Funcionários – R$ 9,10/m²
  • Savassi – R$ 8,82/m²
  • Barro Preto – R$ 7,88/m²
  • Boa Viagem – R$ 7,40/m²
  • Carmo – R$ 7,34/m²
  • Vila Paris – R$ 7,14/m²
  • Serra – R$ 7,04/m²
  • Sion – R$ 7,03/m²

Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

Siga-nos nas redes sociais

Comentários

    Receba novidades no seu e-mail

    Ao preencher e enviar o formulário, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Termos de Uso.

    Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

    Siga-nos nas redes sociais

    Fique por dentro!
    Cadastre-se e receba os nossos principais conteúdos por e-mail