COTAÇÃO DE 20/05/2022

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$4,8730

VENDA: R$4,8740

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$4,9500

VENDA: R$5,0570

EURO

COMPRA: R$5,1492

VENDA: R$5,1504

OURO NY

U$1.846,53

OURO BM&F (g)

R$288,58 (g)

BOVESPA

+1,39

POUPANÇA

0,6441%

OFERECIMENTO

CIEE/MG – Estágio e Aprendiz Legal

O universo feminino no contexto digital

COMPARTILHE

Crédito: Freepik

O dia 8 de março é marcado por comemorações importantes em todo o mundo. Ocasião em que é comemorado o Dia Internacional da Mulher e que, ao mesmo tempo, renova-se o sentimento de união feminina em prol da igualdade nas oportunidades de carreira, nas remunerações e no combate à discriminação e à violência.

Hoje, surge um novo clamor na luta feminina que envolve o direito à privacidade e a defesa do uso e do cuidado com os dados pessoais. Urge a necessidade de uma discussão mais apurada neste sentido, pois a utilização indevida dessas informações por pessoas mal-intencionadas poderá trazer muitos inconvenientes, a exemplo de crimes de vazamento de vídeos e fotos íntimas, ou de informações diversas, como conteúdo de boletim de ocorrência sobre violência doméstica, estupro ou os próprios documentos pessoais.

PUBLICIDADE




Ressalta-se que a Lei nº 13.709, conhecida como Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), publicada em 2018 e que vigora desde 2020, é sem dúvida mais uma ferramenta que oferece às mulheres maior segurança neste contexto digital, repleto de interações e que podem conter falhas e ameaças, ocasionando o vazamento, roubo, sequestro, entre outros incidentes.  Por meio da LGPD as mulheres poderão reivindicar diretamente dos agentes de tratamento de dados, controladores e operadores, respeito, privacidade e proteção. Caso os dados sejam utilizados indevidamente ou na ocorrência de algum incidente, o público feminino poderá buscar a justiça para o cumprimento legal de seus direitos.

Vivemos numa época em que são alarmantes os indicadores relacionados à violência doméstica. Muitas mulheres buscam refúgio e apoio em grupos de proteção. Ali, podem se relacionar com outras mulheres que conhecem e vivenciam ou que tenham condições de acolhê-las e orientá-las sobre a mitigação desses problemas. Nessas condições, a necessidade de transparência no uso dos dados e a segurança na gestão desses dados são maiores, pois poderá expor essas pessoas a alguns riscos de cyberbullying.

Outro desafio é o do ingresso e/ou a permanência no mercado de trabalho para as mulheres. São muitas as candidatas que concorrem a oportunidades de estágio ou emprego e que são impedidas de avançarem nos processos de seleção por preconceitos ligados às informações pessoais tais como estado civil, orientação sexual, religião, idade e quantidade de filhos. Dados pessoais não devem ser, de forma alguma, obstáculos para o acesso à tão sonhada oportunidade de trabalho.

A busca da realização de um ideal ou da independência financeira transforma as mulheres em corajosas empreendedoras que iniciam e se esforçam para o crescimento e o desenvolvimento de um negócio próprio, físico ou no e-commerce. São empreendimentos que geram emprego, renda e satisfação para as próprias empreendedoras e outras mulheres: colaboradoras, fornecedoras e clientes.

PUBLICIDADE




 Neste dia tão especial, dedicado à mulher, o clamor da luta se amplia com a responsabilidade pela proteção dos dados pessoais delas. A discussão do tema será importante para o amadurecimento de alternativas de proteção e segurança específicos, valorizando e cuidando de quem se dedica e pensa no cuidado de todos diariamente.

“A busca da realização de um ideal ou da independência financeira transforma as mulheres em corajosas empreendedoras que iniciam e se esforçam para o crescimento e o desenvolvimento de um negócio próprio, físico ou no e-commerce.”

*As autoras são mulheres independentes, profissionais destacadas nas áreas jurídica e de gestão. Recentemente foram painelistas no painel sobre LGPD, organizado pelo CIEE/MG. Saiba mais em https://cieemg.org.br/noticia/lgpd-em-discussao-no-cieemg
Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER - CIEE MG

Fique por dentro de todos conteúdos da CIEE MG

OUTROS CONTEÚDOS

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!