COTAÇÃO DE 23 A 25/10/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,6270

VENDA: R$5,6270

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,6730

VENDA: R$5,8030

EURO

COMPRA: R$5,6730

VENDA: R$5,6750

OURO NY

U$1.792,47

OURO BM&F (g)

R$327,87 (g)

BOVESPA

-1,34

POUPANÇA

0,3575%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Economia

Dia das Crianças gera expectativas positivas

COMPARTILHE

Flexibilização deve resultar em melhora nas vendas na RMBH | Crédito: Charles Silva Duarte/Arquivo DC

A reabertura do comércio e o avanço da vacinação contra a Covid-19 irão contribuir para que as vendas para o Dia das Crianças sejam positivas. A expectativa dos shoppings é superar o desempenho da comercialização em até 15% se comparado com o ano passado, quando as vendas foram bastante afetadas pelas restrições impostas pela pandemia.

Em relação a 2019, a expectativa é que o resultado das vendas seja equivalente. Um avanço significativo frente a 2019 não deve ocorrer devido ao menor poder de compras da população, resultado do desemprego, inflação e aumento dos juros. Lojistas e shoppings estão apostando no atendimento ao cliente e em atrações para estimular as negociações. 

PUBLICIDADE

De acordo com a gerente de marketing do Shopping Contagem, Fabiana Ferrara, as expectativas para a data comemorativa são muito positivas. No shopping, a estimativa é igualar os resultados ao Dia das Crianças de 2019, período antes da pandemia. Em comparação com a data de 2020, a expectativa é superar as vendas de 10% a 15%.

“A gente tem percebido um comportamento positivo do consumidor. As vendas no Shopping Contagem estão se recuperando em velocidade maior que o fluxo. Apesar de menos pessoas irem ao shopping, elas estão comprando mais”, explicou.

O movimento vai contribuir para o bom desempenho da data comemorativa. “Para o Dia das Crianças, acreditamos que teremos crescimento sobre 2020 e esperamos empatar com 2019, ano que estamos usando como ano base. Sobre a mesma data comemorativa de 2020, que foi muita fraca, esperamos crescer de 10% a 15%”,disse.

A boa expectativa em relação às vendas se deve ao avanço da vacina e à reabertura do comércio. Além disso, o centro de compras vem investindo em lazer e, para atrair crianças e os pais, todos os domingos de outubro haverá apresentação teatral gratuita no mall.

“Com o avanço da vacina e a retomada das aulas, os pais estão se sentindo mais seguros e entendendo que as crianças podem sair de casa com mais tranquilidade. Por isso, estamos trazendo atrações infantis para o shopping” explicou Fabiana.  

A gerente de marketing do Shopping Del Rey, Isabela Moreira, também espera bons resultados com o Dia das Crianças.

“A expectativa do Shopping Del Rey para esta próxima data do Dia das Crianças é bem positiva. A vacinação (contra o Covid-19) vem ajudando na retomada e as últimas datas de varejo que a gente viveu acabaram confirmando estes resultados positivos e trazem cada vez mais otimismo para as próximas datas”.

Ainda segundo Isabela, o shopping também reúne atrações para as crianças, o que pode ajudar a estimular as vendas.

“Com a flexibilização, o shopping está trabalhando em horário normal, inclusive as ativações infantis, com programação para o Dia das Crianças acontecendo. Temos, na área externa, um parque de diversões e, na interna, um parque dos Flamingos, com brinquedão e atividades para as crianças”. 

Isabela ressalta que a data é importante para o comércio do mall e movimenta alguns setores, como as lojas de roupas, calçados, brinquedos e livros.

Outra iniciativa para atrair os clientes e gerar vendas é o serviço de assistência de compras pelo Whatsapp. “Vamos oferecer cada vez mais opção para o consumidor comprar e receber em casa, caso ele se sinta confortável. Para o Dia das Crianças, teremos 30% de desconto mais frete grátis em todas as compras do shopping feitas pela assistente. Também vamos lançar um e-book de brincadeiras e brinquedos antigos para fazer em casa”, disse Isabela. 

Cenário econômico deve impactar vendas de fim de ano

O presidente do Conselho Empresarial de Economia da Associação Comercial e Empresarial de Minas Gerais (ACMinas), Guilherme Leão, explica que diante do cenário econômico atual, a tendência é que o Dia das Crianças e, até mesmo, o Natal, sem dúvidas, terão vendas melhores que em 2020.

“Um ponto que contribui para uma expectativa melhor é que tivemos um nível de controle da pandemia razoável, o que permitiu a ampliar bastante a flexibilização de restrição de mobilidade das pessoas. Ao sair para as ruas, sem dúvidas, implica em mais consumo, seja para serviços ou varejo de forma geral”.

Porém, mesmo com a reabertura do comércio e maior fluxo de pessoas, não se pode esperar um resultado expressivo nas vendas quando comparado com o período antes da pandemia. 

“Não se pode esperar uma explosão de consumo no Dia das Crianças porque existe uma série de fatores macroeconômicos que sugere um processo gradual de retomada e, esse gradualismo, essa lentidão, acredito que é a visão mais ponderada que pode se ter para frente. Muitos fatores que estão derrubando o poder de compras como o alto índice de desemprego, inflação elevada, aumento dos juros e encarecimento do crédito. Não há a menor dúvida que estes fatores vão impactar na contenção do aumento do consumo ao longo deste semestre”, disse Leão. 

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!