COTAÇÃO DE 23 A 25/10/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,6270

VENDA: R$5,6270

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,6730

VENDA: R$5,8030

EURO

COMPRA: R$5,6730

VENDA: R$5,6750

OURO NY

U$1.792,47

OURO BM&F (g)

R$327,87 (g)

BOVESPA

-1,34

POUPANÇA

0,3575%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Economia

Mineração registra expansão no Estado

COMPARTILHE

O aumento da produção de minério de ferro colocou Minas Gerais em patamar próximo ao do Pará em faturamento | Crédito: Divulgação

A retomada de algumas operações minerárias no Estado desde o ano passado – incluindo as da Samarco – fez com que Minas Gerais recuperasse parte do protagonismo na produção de minério de ferro no Brasil.

O Estado respondeu por R$ 93,8 bilhões dos R$ 219,9 bilhões faturados pelo setor nacional no acumulado de janeiro a agosto de 2021. Tanto em Minas quanto no País, as mineradoras já faturaram mais do que em todo o decorrer de 2020 e o crescimento das receitas do Estado supera a média brasileira.

PUBLICIDADE

O Pará ainda se manteve como a unidade federativa com maior fatia do resultado nacional: R$ 94,6 bilhões, mas a alta do faturamento também foi menor que a de Minas Gerais.

“Esse crescimento de 144% das receitas de Minas Gerais no período de janeiro a agosto, inclusive se aproximando do resultado do Pará, tem a ver com retomada de operações que no ano passado ainda estavam suspensas, como as da própria Samarco – retomadas em dezembro. Soma-se a isso o fato de o minério de ferro do Estado se assemelhar muito ao produzido na Austrália, com um blend entre insumos de maior e menor qualidade. Dentro desta linha, China e Austrália têm enfrentado algumas disputas, e Minas Gerais está conseguindo tirar proveito“, explicou o presidente do Conselho Diretor do Instituto Brasileiro de Mineração (Ibram), Wilson Brumer, durante coletiva de imprensa.

Questionado se o movimento sustentará a recuperação do protagonismo no setor por parte do Estado, ele disse que, ao lado do Pará, Minas ainda vai liderar o desempenho nacional por muitos anos.

“São dois estados com números muito próximos. Minas tem uma diversidade maior de minérios. Por outro lado, o Pará conta com minerais com teores mais elevados. Mas já prevíamos essa recuperação por parte de Minas Gerais, a partir da retomada de algumas operações, o que se confirmou. Além disso, é grande o montante de investimentos a ser realizado pelas mineradoras no Estado nos próximos anos, podendo ampliar ainda mais essa capacide”, completou.

Neste sentido, os recordes históricos que vêm sendo apurados pelo setor desde 2020 fizeram com que o Instituto revisasse o volume de investimentos a ser realizado pelas mineradoras no País nos próximos anos. Antes previstos em US$ 38 bilhões, agora chegam a US$ 41,35 bilhões até 2025. Minas Gerais deve receber a maior parte destes recursos: US$ 10,178 bilhões.

Antes, o valor esperado para o Estado chegava a US$ 13 bilhões. A área técnica do Ibram informou que a redução se deve ao fato de alguns investimentos já terem sido concluídos. E destacou que Minas ainda deverá receber mais recursos para projetos de redução de emissões e socioambientais.

Produção e faturamento do minério

Em relação ao desempenho setorial, Brumer ressaltou que o resultado (R$ 219,9 bilhões em faturamento) reflete a valorização dos principais minerais ao longo do ano. O minério de ferro registrou maior faturamento: R$ 162 bilhões; em seguida vieram ouro com R$ 18 bilhões, e cobre com R$ 11 bilhões.

Em termos de produção, o crescimento foi 9% em toneladas. O volume passou de 760 milhões de toneladas de janeiro a agosto do ano passado, para cerca de 830 milhões de toneladas neste ano – esse volume é uma estimativa, com base na produção dos seguintes minerais:

  • agregados construção
  • minério de ferro
  • bauxita
  • fosfato
  • manganês
  • alumínio primário
  • potássio concentrado
  • cobre contido
  • zinco concentrado
  • liga de nióbio
  • níquel contido
  • ouro

“O minério de ferro chegou a ser negociado acima de US$ 220 este ano e, mesmo com a forte queda dos últimos meses, ainda é negociado em nível próximo ao do mesmo período do ano passado, na faixa de US$ 120 a tonelada. Além da cotação, o faturamento também tem sido incrementado pela alta do dólar”, ressaltou Brumer.

O diretor-presidente do Ibram, Flávio Ottoni Penido, completou que espera certa estabilização dos preços do insumo siderúrgico nos próximos meses. “Devemos ter algo entre US$ 110 e US$ 120 a tonelada. E, para o ano que vem, deveremos manter a média de 2021, com preços ligeiramente abaixo”, apostou.

Minério de ferro e Agenda ESG

Por fim, os diretores do Ibram também destacaram que a agenda ESG tem criado um novo estímulo para os aportes da mineração. Dos US$ 41 bilhões previstos para serem investidos no período 2021 a 2025, mais de US$ 6 bilhões são recursos em execução para implantar projetos socioambientais, principalmente para reduzir emissões.

São investimentos em grandes projetos de ESG, complementares aos que as mineradoras já realizam em termos de ações socioambientais, como um de seus compromissos e responsabilidades legais.

“A indústria da mineração tem comprovado que é um setor muito influente na economia, indutora de crescimento e do desenvolvimento e cumpre uma extensa agenda ESG, portanto, está qualificada a receber cada vez mais apoio para estabelecer horizontes de expansão no País, de forma sustentável”, finalizou Penido.

Vale dizer que, nesta quinta-feira (7), durante a 20ª edição da Expo & Congresso Brasileiro de Mineração (Exposibram), CEOs e executivos de grandes mineradoras – Anglo American, AngloGold Ashanti, Mosaic, Nexa, Samarco e Vale – vão apresentar um balanço dos avanços da Agenda ESG da Mineração do Brasil, expondo um conjunto de metas a serem alcançadas pelo setor, de modo a alcançar melhores indicadores em sustentabilidade, responsabilidade social e segurança.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!