COTAÇÃO DE 07/12/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,6180

VENDA: R$5,6180

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,6500

VENDA: R$5,7830

EURO

COMPRA: R$6,3427

VENDA: R$6,3451

OURO NY

U$1.784,35

OURO BM&F (g)

R$323,23 (g)

BOVESPA

+0,65

POUPANÇA

0,5154%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Economia

Uberaba enfrenta dificuldades para implantar a ZPE

COMPARTILHE

Crédito: Divulgação

Segue o imbróglio de implantação da Zona de Processamento de Exportação (ZPE) de Uberaba, no Triângulo Mineiro. Mesmo após conseguir nova prorrogação do prazo para entregar 10% das obras da área alfandegada, a prefeitura da cidade voltou a ter problemas com o empreendimento e o cronograma poderá ser afetado. É que a empresa contratada para executar a primeira etapa de construção descumpriu o cronograma e terá o contrato rescindido nos próximos dias.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Inovação da Prefeitura de Uberaba, Rui Ramos, a GSV Construtora e Usina de Asfalto, vencedora da licitação,  estava executando a obra fora do ritmo previsto. Segundo ele, com ordem de serviço datada em 20 de setembro e execução prevista para três meses, os trabalhos que deveriam estar 40% prontos não chegavam a 5% e tinham previsão de término em dezembro.

PUBLICIDADE

“Fizemos cobranças verbais, depois a Secretaria de Serviços Urbanos e Obras (Sesurb) a notificou alegando que estava comprometendo o prazo da obra e nada foi feito. Então concluímos conjuntamente, inclusive com o aval da Procuradoria Geral do Município (Proger), que o melhor caminho seria a rescisão”, disse.

A segunda colocada na licitação é a HCON Engenharia, de São Bernardo do Campo (SP), que chegou a ser declarada vencedora da licitação inicialmente. No entanto, a empresa GSV, por ser de pequeno porte, pôde apresentar nova proposta e cobriu a da HCON. Mas a empresa não pode ser convocada enquanto o contrato estiver vigente.

“Se nem a segunda nem a terceira colocadas quiserem assumir, teremos que realizar outra licitação. Aí o cronograma de implantação da ZPE se altera novamente. Já comuniquei ao Ministério da Economia sobre a situação, enviei toda documentação e acredito que, caso seja necessário, não teremos dificuldade em obter uma nova renovação”, avaliou.

Histórico – Já se passaram quase dez anos desde o decreto presidencial que autorizou a implantação da ZPE de Uberaba. Em 2016 houve o primeiro alongamento das datas de implantação da ZPE na cidade. Depois, ao custo inicial de R$ 2 milhões, o Executivo municipal tinha que entregar 10% dos trabalhos até 31 de dezembro de 2020, quando venceria o segundo aditivo no prazo estabelecido pela União. A nova data passou para 31 de julho de 2021, mas também não foi cumprida e, em agosto, o Conselho Nacional das Zonas de Processamento de Exportação (CZPE) prorrogou o prazo para 27 de janeiro de 2022.

Ainda segundo o secretário, apesar do atraso que certamente ocorrerá, parte dos serviços de infraestrutura foi executada pela própria Sesurb, com recursos e maquinários municipais. Já sobre o impacto financeiro, ele alegou que será necessário aguardar os trâmites de rescisão com a GSV Construtora e Usina de Asfalto e formalização com a nova construtora.

“Desde o início do ano, realizamos uma série de ações com relação à implantação da ZPE. Tomamos todas as providências necessárias para registro do decreto que constitui a ZPE, desenvolvemos o projeto de engenharia, realizamos o projeto do desmembramento da área e a licitação das obras de infraestrutura da primeira etapa”, disse em entrevista ao DIÁRIO DO COMÉRCIO em julho.

Paralelamente, conforme o secretário, a Prefeitura também deu início aos trabalhos que seriam feitos pelo Executivo, incluindo a limpeza da área e a extensão da via de acesso, e seguiu em negociação com empresas que desejam se instalar no local.

O terreno que irá abrigar a ZPE de Uberaba contava, inicialmente, com 268,05 hectares. Porém, a atual gestão optou pelo desmembramento da matrícula da área e dividiu a implantação do condomínio industrial em etapas. Esta primeira fase do projeto ocupará 64 hectares.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!