Municípios mineiros voltam a comprar alimentos da agricultura familiar por meio do Pnae | Crédito: Divulgação Emater-MG

Uma ação conjunta entre a Fundação Banco do Brasil, Cooperativa dos Agricultores Familiares de Jequitibá e Região (Cooperaje), Emater-MG e Prefeitura de Jequitibá, na região Central de Minas Gerais, tem beneficiado famílias em situação de vulnerabilidade social neste período de combate ao Covid-19.

São mil famílias recebendo a doação de cestas com alimentos da agricultura familiar. A próxima entrega acontece ao longo desta semana. No total, serão 2 mil cestas distribuídas.

A ação é dividida em duas etapas. A primeira ocorreu no início de junho, com a distribuição de cestas para famílias da sede do município e mais 22 comunidades. A lista de alimentos inclui produtos diversificados da agricultura familiar como: tempero, quitandas, ovos, farinha, hortaliça e frutas, além de arroz, feijão e produtos de higiene.

Os moradores beneficiados na área urbana receberam as cestas em casa, quando foram adotados todos os procedimentos para evitar a contaminação pelo novo coronavírus. Na zona rural, a distribuição ocorreu em igrejas, praças e postos de saúde. Neste caso, também foram seguidas as orientações de prevenção ao Covid-19.

Lindinalva Alves, de 33 anos, é mãe de quatro filhos: três meninas e um menino. Todos com idade entre 10 e 13 anos. Ela cuida sozinha dos filhos. Segundo Lindinalva, a doação dos alimentos veio em um momento difícil e que está ajudando bastante.

“Eu gostei muito dessa cesta porque ela veio diferenciada. Veio muita verdura, ovos, quitandas. E a cesta foi em um momento em que eu estou desempregada e precisando alimentar a minha família”.

Nova etapa – Na próxima fase, que teve início ontem, as famílias beneficiadas voltam a receber os alimentos. Além de ajudar pessoas em situação de vulnerabilidade social, a ação é importante para os agricultores familiares de Jequitibá.

A pandemia do novo coronavírus afetou diretamente a comercialização dos produtos do agricultor familiar Geraldo Rodrigues, que produz tomate, abobrinha italiana, couve-flor e pimentão. Um dos motivos foi a paralisação das aulas, pois ele fornecia alimentos para escolas.

“A gente não conseguia entregar nada para as escolas. Mas, hoje, com essa ação do Banco do Brasil, a gente conseguiu vender uma quantidade maior e que é importante para nós”.

A Emater-MG foi responsável pela seleção dos alimentos que compõem a cesta doada às famílias. “A gente selecionou produtos da época, de qualidade e de agricultores familiares que tinham esses produtos neste momento. Esse programa veio também ajudar o produtor neste momento”, diz a extensionista da empresa, Mara Dias de Castro.

Combate à pandemia – A doação de cestas com alimentos para famílias de Jequitibá faz parte do projeto Ação ao Combate da Covid-19 da Fundação Banco do Brasil, que também acontece em outros estados, como explica a assessora da fundação, Rosângela D’Angelis Brandão.

“Esta ação contempla a aquisição de alimentos preferencialmente de agricultores familiares, que estavam perdendo a produção por falta de comercialização. Esses produtos são adquiridos e somados a itens de higiene e limpeza. Esta ação já envolve 19 unidades da federação brasileira, nas cinco regiões. São 3,8 mil agricultores contemplados. Cinquenta e seis mil famílias receberam cestas básicas”, disse.

Em Jequitibá, a Cooperaje e a Fundação Banco do Brasil assinaram um termo de compromisso para colocar a iniciativa em prática. “Nessa época de pandemia, o agricultor não estava vendendo o seu produto. Essa parceria proporcionou a doação dessas cestas. Nós agradecemos a todos os parceiros”, ressaltou o presidente da cooperativa, José Ricardo Falcão Moreira.

A prefeitura atuou na identificação das famílias, organização, logística e entrega das cestas. Para a seleção dos beneficiados foi utilizado o sistema de dados do Cadastro Único do governo federal, por meio da Secretaria de Assistência Social e do Centro de Referência da Assistência Social do município. Os funcionários da Secretaria Municipal de Saúde atuaram na distribuição dos alimentos e orientações aos beneficiados no combate ao Covid-19.

“É uma ação muito importante socialmente e economicamente para o nosso município, pois possibilita a movimentação da economia local, com a comercialização da agricultura familiar e que beneficia famílias em situação de vulnerabilidade social”, afirma o prefeito de Jequitibá, Humberto Reis.

A Emater-MG, vinculada à Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais, assessorou na organização, articulação, distribuição e identificação dos produtores. “Nós trabalhamos com todos os cuidados com relação à pandemia, usando todos os nossos equipamentos de segurança e orientando as famílias ao descartarem as embalagens vazias e no cuidado ao higienizar os alimentos para que os materiais que elas receberam não sejam propagadores desse vírus”, relata a extensionista da Emater-MG Marilene Martins Figueiredo. (Com informações da Emater-MG)