DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,1220

VENDA: R$5,1230

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,1430

VENDA: R$5,2800

EURO

COMPRA: R$6,1922

VENDA: R$6,1950

OURO NY

U$1.876,87

OURO BM&F (g)

R$309,26 (g)

BOVESPA

+0,13

POUPANÇA

0,2019%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Economia

ANP define especificações para ‘diesel verde’

COMPARTILHE

POR

Crédito: Paulo Whitaker/Reuters
Crédito: Paulo Whitaker/Reuters

SÃO PAULO – A reguladora ANP publicou nesta segunda-feira, no Diário Oficial da União, resolução que define especificações para o chamado “diesel verde”, em momento em que o país busca diversificar sua matriz de combustíveis.

Segundo a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o “diesel verde” abrangido na resolução pode ser produzido a partir do hidrotratamento de óleos vegetais, bem como gordura animal e ácidos graxos de biomassa, entre outros.

PUBLICIDADE

As definições da reguladora vêm em momento em que a Petrobras tem conversado com autoridades brasileiras sobre a intenção de lançar um combustível feito a partir do coprocessamento de diesel fóssil com óleos vegetais ou gorduras animais.

Procuradas, a ANP e a Petrobras não comentaram imediatamente se a resolução é um passo para o lançamento do produto da empresa estatal.

No ano passado, a Petrobras disse ter concluído com sucesso testes em escala industrial em uma de suas refinarias para a produção do “diesel renovável”, que utilizaria óleo de soja como matéria-prima.

Na ocasião, a Petrobras disse que aguardava regulamentação para comercialização do produto. Segundo a companhia, o diesel verde reduz em cerca de 70% as emissões frente ao combustível fóssil comum.

A petroleira tem defendido que o produto poderia ser utilizado para atender, junto com o biodiesel tradicional, a obrigação de mistura de biocombustível ao diesel vendido nos postos.

As discussões sobre o combustível, no entanto, têm gerado alguma controvérsia, com representantes do setor de biodiesel defendendo o produto da Petrobras não seria renovável.

A medida da ANP estabelece por quais processos o combustível pode ser fabricado, bem como obrigações quanto ao controle de qualidade a serem atendidas para comercialização do produto no Brasil.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

CONTEÚDO RELACIONADO

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!