DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,1220

VENDA: R$5,1230

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,1430

VENDA: R$5,2800

EURO

COMPRA: R$6,1922

VENDA: R$6,1950

OURO NY

U$1.876,87

OURO BM&F (g)

R$309,26 (g)

BOVESPA

+0,13

POUPANÇA

0,2019%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Economia

Arrecadação estadual registra avanço de 21,8%

COMPARTILHE

Do recolhimento de R$ 27,8 bilhões no 1º quadrimestre do ano pelo Estado, 71,3% foram de ICMS | Credito: Gil Leonardi - Imprensa MG

Apesar da segunda onda da pandemia de Covid-19, o que fez com que o governo de Minas Gerais impusesse medidas mais restritivas que impactaram o funcionamento das atividades econômicas, a arrecadação estadual não foi prejudicada no primeiro quadrimestre frente a igual período do ano anterior.

De acordo com os dados da Secretaria de Estado de Fazenda de Minas Gerais (SEF), somente nos primeiros quatro meses de 2021, a arrecadação total, com impostos e outras receitas,  acumulou uma alta de 21,8% frente ao mesmo intervalo de 2020, com um montante de R$ 27,9 bilhões. No período, somente no Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) foi verificado aumento de 23,3% e um valor de R$ 19,9 bilhões. 

PUBLICIDADE

No primeiro quadrimestre de 2021, com a receita tributária, o recolhimento em Minas Gerais atingiu R$ 26,6 bilhões, alta de 21,4% em relação ao montante registrado nos primeiros quatro meses de 2020, que ficou em torno de R$ 21,9 bilhões. A arrecadação de tributos correspondeu a 95,34% do total do período. Nas outras receitas, que englobam demais receitas, multas, juros e dívida ativa, o recolhimento somou R$ 1,26 bilhão nos quatro primeiros meses deste ano, aumento de 31,7%.

Em relação a abril, a arrecadação estadual total somou R$ 6,2 bilhões, o que representa um avanço de 49,1% frente a igual mês do ano anterior, quando o montante estava em R$ 4,16 bilhões. A receita tributária chegou a R$ 5,8 bilhões e as outras receitas em R$ 328,7 milhões. 

Já na comparação de abril com março deste ano, foi registrada queda na arrecadação total. Os dados mostram que, em abril, o valor total arrecadado foi de R$ 6,2 bilhões, ante R$ 6,29 bilhões em março, retração de 1,46%.

De todas as fontes de arrecadação, somente o ICMS manteve o resultado positivo em abril frente a março, com avanço de 14,48% e valor de R$ 5,22 bilhões. No Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), foi verificada queda de 67,74% e um valor de R$ 308,6 milhões. Nas taxas, cuja movimentação ficou em R$ 230,6 milhões, a queda chegou a 34% na comparação de abril com março. 

Impostos

O ICMS é o imposto mais importante para Minas Gerais. Somente ele foi responsável por 71,3% do valor total arrecadado pelo Estado ao longo do primeiro quadrimestre e um valor de R$ 19,9 bilhões, 23,3% a mais na comparação com igual período anterior.

Levando em conta somente os resultados de abril, quando o valor arrecadado com o ICMS chegou a R$ 5,22 bilhões, o aumento, frente a abril de 2020, foi de 44,94%, já que a arrecadação havia alcançado R$ 3,6 bilhões. No mês, o ICMS respondeu por 84,19% da arrecadação estadual.

Outra importante fonte de arrecadação estadual, o IPVA também apresentou resultado positivo no primeiro quadrimestre. A receita gerada com o tributo foi de R$ 5 bilhões, aumento de 10,8% frente aos R$ 4,5 bilhões registrados anteriormente. Na comparação de abril com igual mês de 2020, a evolução na receita gerada com a cobrança do IPVA chegou a 68,2%, com uma movimentação no mês de R$ 308,6 milhões. 

No quadrimestre, as taxas recolhidas chegaram a R$ 1,29 bilhão, enquanto há um ano somaram R$ 1,01 bilhão, aumento de 27,4%. Somente em abril, o montante gerado com as taxas foi de R$ 230,6 milhões, 80,3% a mais que em abril de 2020.

Apesar do aumento da arrecadação, para 2021 o governo de Minas Gerais estima um déficit de R$ 16,2 bilhões no caixa do Estado, resultado que se deve à previsão de R$ 105,7 bilhões em receitas e de R$ 121,9 bilhões de despesas.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

CONTEÚDO RELACIONADO

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!