COTAÇÃO DE 24/09/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,3430

VENDA: R$5,3440

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,3800

VENDA: R$5,5030

EURO

COMPRA: R$6,2581

VENDA: R$6,2594

OURO NY

U$1.750,87

OURO BM&F (g)

R$301,00 (g)

BOVESPA

-0,69

POUPANÇA

0,3012%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Economia Economia-destaque

Associação chinesa afirma que a Vale ampliará embarques para o país

COMPARTILHE

Crédito: Divulgação/Vale

Pequim – A mineradora brasileira Vale espera ampliar os embarques de minério de ferro para a China em 2020 na comparação com 2019, devido à demanda em queda em outros países em meio a impactos da pandemia de coronavírus, disse a Associação de Ferro e Aço da China após uma teleconferência com a companhia.

A Vale, que embarcou 190 milhões de toneladas de minério de ferro e pelotas para a China em 2019, não forneceu maiores detalhes.

PUBLICIDADE

Enquanto siderúrgicas em outros países têm mantido altos-fornos inativos devido à demanda fraca, a produção de aço na China, maior produtora global, tem sido robusta, impulsionada por margens de lucro saudáveis e medidas de estímulo do governo.

Os estoques de minério de ferro em portos chineses caíram para 109,5 milhões de toneladas em 29 de maio, o menor nível desde novembro de 2016, segundo dados compilados pela consultoria SteelHome.

Relatório da Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento apontou que as importações de minério de ferro pela China em geral deverão crescer em 2020, embora tenha revisado a expansão prevista para 6%, de 19% antes do coronavírus.

Os preços spot do minério de ferro com 62% de teor, enquanto isso, saltaram ao maior nível em quase dez meses, a US$ 102,5 por tonelada, em meio a preocupações com a oferta do Brasil e restrições na China associadas ao ambiente.

A Vale disse que sua produção e suas operações não têm sido impactadas pela pandemia e que manteve sua meta para o ano inalterada, destacou a associação chinesa em comunicado em seu site.

O Brasil, segundo maior fornecedor de minério de ferro da China, registrou 526,4 mil casos confirmados de coronavírus e 29,9 mil mortes. (Reuters)

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!